Desembolsos do BNDES caem 32% no 1º bimestre

O volume de consultas foi de 6,77 bilhões de reais no período, queda de 30 por cento ante o primeiro bimestre do ano passado

São Paulo – O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) informou nesta quarta-feira que desembolsou 6,85 bilhões de reais em empréstimos no primeiro bimestre, valor que equivale a uma queda de 32 por cento ante mesma etapa de 2017.

O volume de consultas, primeira etapa do processo de pedido de crédito no banco, foi de 6,77 bilhões de reais no período, queda de 30 por cento ante o primeiro bimestre do ano passado.

Já os enquadramentos, uma etapa posterior, recuaram 34 por cento na mesma comparação ano a ano, para 5,3 bilhões de reais. As aprovações, fase imediatamente anterior à concessão efetiva dos recursos, subiram 5 por cento, para 9 bilhões de reais.

Os dados indicam que o ritmo de concessões de financiamentos pelo banco de fomento caminham para o quinto ano consecutivo de queda. Em 2017, o volume de desembolsos do BNDES foi de 70,75 bilhões de reais, o menor nível em uma década.

Neste ano, os financiamentos concedidos pela instituição passaram a ter como referência a Taxa de Longo Prazo (TLP), que usa preços de mercado na concessão de empréstimos, no lugar da Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP), que tinha juros subsidiados.

 

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.