Economia

Demanda pelo Fies supera em mais de 3 vezes a oferta de vagas

Segundo o órgão, 224.244 estudantes se cadastraram para obter financiamento estudantil do Fies no segundo semestre, ante 75 mil vagas ofertadas

Fies: no primeiro semestre, o MEC já havia ofertado 150 mil vagas. (Marcos Santos/USP Imagens/Reprodução)

Fies: no primeiro semestre, o MEC já havia ofertado 150 mil vagas. (Marcos Santos/USP Imagens/Reprodução)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 4 de agosto de 2017 às 16h13.

Última atualização em 4 de agosto de 2017 às 17h39.

São Paulo - O programa de financiamento estudantil Fies recebeu 224,244 mil inscrições para o segundo semestre de 2017, quantidade que equivale ao triplo do total de 75 mil vagas que estão sendo ofertadas em instituições de ensino superior privadas para o período. As informações são do Ministério da Educação.

A quantidade de inscritos nos processos de programas governamentais para o ensino superior - que além do Fies incluem o ProUni e o Sisu, por exemplo - é tradicionalmente superior à quantidade de vagas ofertadas.

Segundo o MEC, as regiões Norte, Nordeste e Centro Oeste concentram mais da metade das inscrições: 52,99% do total. Os cursos na área de Saúde concentram mais inscrições e representam 45,55% do total.

Para se inscrever, o estudante precisa ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) com média das notas igual ou superior a 450 pontos e nota na redação superior a zero.

O candidato também precisa ter renda familiar mensal bruta per capita de até três salários mínimos.

Acompanhe tudo sobre:CréditoEnsino superiorFiesGoverno

Mais de Economia

‘Problema dos gastos no Brasil não é ter os pobres no Orçamento’, diz Simone Tebet

Plano Real, 30 anos: Gustavo Loyola e as reformas necessárias para o Brasil crescer

Governo sobe previsão de déficit de 2024 para R$ 28,8 bi, com gastos de INSS e BPC acima do previsto

Mais na Exame