Déficit fiscal dos EUA cresce em outubro

Em valores brutos, o défict foi de 122 bilhões de dólares em comparação aos 91 bilhões de dólares registrados em outubro de 2013. Foi um aumento de 34%

O déficit fiscal de Estados Unidos aumentou, conforme o previsto pelos analistas em outubro, no primeiro mês do exercício de 2015, segundo dados do Departamento do Tesouro americano.

Em valores brutos, o défict foi de 122 bilhões de dólares em comparação aos 91 bilhões de dólares registrados em outubro de 2013. Foi um aumento de 34%.

O primeiro mês do exercício fiscal americano é tradicionalmente deficitário.

Este aumento do déficit se deve a um aumento de 16% dos gastos em relação a um crescimento de 7% das receitas.

Trata-se do maior déficit registrado no mês de outubro desde 2010.

Entretanto, em dados corrigidos, o déficit cai para 7% em relação ao mesmo mês de 2013.

Para o exercício 2014, fechado em setembro, o orçamento federal teve um déficit 29% menor do que o ano anterior, de 483 bilhões de dólares, nível mais baixo em seis anos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.