Economia

Custo de vida no Brasil tem alta de 1,83% no trimestre

O novo índice de inflação desenvolvido pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV) considera os gastos efetivos dos consumidores brasileiros

Custo de Vida: O IPGF usa dados do Consumo das Famílias no Sistema de Contas Nacionais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (Gabriel Vergani / EyeEm/Getty Images)

Custo de Vida: O IPGF usa dados do Consumo das Famílias no Sistema de Contas Nacionais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (Gabriel Vergani / EyeEm/Getty Images)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 7 de junho de 2023 às 07h40.

Última atualização em 7 de junho de 2023 às 09h51.

A inflação oficial no País foi de 2,09% no primeiro trimestre de 2023, mas as famílias brasileiras sentiram um aumento efetivo no custo de vida menor no período, de 1,83%, segundo o Índice de Preços dos Gastos Familiares (IPGF). O novo índice de inflação desenvolvido pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV) considera os gastos efetivos dos consumidores brasileiros, que conseguiram driblar parte dos aumentos de preços na economia por substituições na cesta de consumo.

Leia também: IPCA recua e fecha em 0,23% em maio; inflação está em seu menor patamar desde 2020

“Quando o consumidor substitui arroz por macarrão ou carne vermelha por carne branca, ou ainda deixa de consumir combustível e passa a usar mais o transporte público devido ao aumento de preços, por exemplo, os itens substituídos perdem peso no IPGF e seus aumentos passam a contribuir menos para o índice e vice-versa. Assim, no longo prazo, esse efeito acaba gerando um número menor de inflação”, explicou Matheus Peçanha, economista responsável pela pesquisa do Ibre/FGV, em nota oficial.

O IPGF usa dados do Consumo das Famílias no Sistema de Contas Nacionais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mensurados e compilados pelo Monitor do PIB da FGV, para atualizar mensalmente o peso dos itens na cesta de produtos e serviços cujos preços são pesquisados.

Acompanhe tudo sobre:Custo de vidaFGV - Fundação Getúlio VargasInflação

Mais de Economia

Petrobras anuncia aumento de preço da gasolina e gás de cozinha

Boletim Focus: mercado volta a subir projeção da inflação de 2024 e 2025

Plano Real, 30 anos: Como a inflação no Brasil passou de 1000%? Veja 1º episódio da série da EXAME

Mais na Exame