Criação de vagas de trabalho nos EUA fica abaixo da expectativa em abril

A economia dos EUA criou apenas 266 mil vagas de trabalho no mês passado depois de abrir 770 mil em março, informou o Departamento de Trabalho do país

Os empregadores dos Estados Unidos contrataram muito menos trabalhadores do que o esperado em abril, provavelmente frustrados com a escassez de mão-de-obra, ficando agora em dificuldades para atender à alta da demanda em meio à melhora da saúde pública e à forte ajuda financeira do governo.

A economia dos EUA criou apenas 266 mil vagas de trabalho no mês passado depois de abrir 770 mil em março, disse o Departamento de Trabalho em seu relatório de emprego nesta sexta-feira.

Economistas consultados pela Reuters previam abertura de 978 mil postos de trabalho.

O relatório de emprego, o primeiro desde o pacote de resgate da Casa Branca de 1,9 trilhão de dólares ter sido aprovado em março, provavelmente fará pouco para mudar as expectativas de que a economia entrou no segundo trimestre com ímpeto e caminha para seu melhor desempenho em quase quatro décadas este ano.

Assine a EXAME e acesse as notícias mais importantes em tempo real.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.