Congresso dos EUA prorroga lei antiterrorista Patriot Act

A lei adotada pelo governo de George W. Bush após os atentados do 11 de Setembro deve valer pelo menos até junho de 2015

Washington – O Congresso dos Estados Unidos aprovou na noite desta quinta-feira a prorrogação, até junho de 2015, do Patriot Act, a lei antiterrorista adotada pelo governo de George W. Bush após os atentados do 11 de Setembro.

Após vários dias de debates no Senado, os membros da Câmara Alta adotaram o texto por 72 votos contra 23. Na Câmara de Representantes a medida obteve 250 votos contra 153.

O projeto deverá ser promulgado agora pelo presidente Barack Obama, que se encontra na Europa mas utilizará o “autopen”, um dispositivo que permite firmar documentos a distância, informou a porta-voz da Casa Branca Nick Shapiro.

Há três medidas incluídas no Patriot Act que são consideradas cruciais pelas agências de inteligência: a “vigilância móvel” das comunicações de suspeitos que utilizam várias linhas telefônicas; o princípio do “lobo solitário”, que permite investigar um suspeito de atividades terroristas por conta própria, e a possibilidade de acesso das autoridades a “todo dado tangível” relativo ao suspeito, incluindo e-mails.

O Patriot Act foi criado após os atentados de 11 de setembro de 2001 para preencher as lacunas na guerra contra o terrorismo.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.