Comissão Europeia desembolsa 1ª parcela de 1 bilhão de euros em ajuda à Ucrânia

A ajuda faz parte de esforços para atender às necessidades financeiras da Ucrânia diante da guerra
Comissão Europeia: trata-se da primeira parte do pacote suplementar de até € 9 bilhões anunciado em maio (Thierry Monasse/Getty Images)
Comissão Europeia: trata-se da primeira parte do pacote suplementar de até € 9 bilhões anunciado em maio (Thierry Monasse/Getty Images)
E
Estadão Conteúdo

Publicado em 01/08/2022 às 11:37.

Última atualização em 01/08/2022 às 12:20.

A Comissão Europeia informou nesta segunda-feira, dia 1º, que desembolsou a primeira metade de uma operação de Assistência Macrofinanceira (MFA, na sigla em inglês) no total de € 1 bilhão à Ucrânia. A segunda metade será liberada na terça-feira, 2 de agosto.

A decisão sobre essa nova MFA excepcional foi adotada pelo Parlamento Europeu e pela Comissão no último dia 12. A ajuda faz parte de esforços da União Europeia (UE), juntamente com a comunidade internacional, para ajudar a Ucrânia nas necessidades financeiras imediatas em decorrência da guerra com a Rússia.

Trata-se da primeira parte do pacote suplementar de até € 9 bilhões anunciado em maio. Complementa o apoio já prestado pela UE um empréstimo de emergência MFA de € 1,2 bilhão pago no primeiro semestre do ano. Em conjunto, os dois aportes do programa elevam o apoio total do MFA à Ucrânia desde o início da guerra para € 2,2 bilhões.

Veja também:

Mercado financeiro reduz projeção da inflação de 7,30% para 7,15%

Vendas do Brasil a vizinhos na América do Sul disparam na retomada pós-pandemia