China promete estimular financiamentos a pequenas empresas

Governo chinês vai reduzir o compulsório bancário das companhias, além de acelerar os IPOs para este segmento

São Paulo — A China vai intensificar sua política de reduzir compulsórios bancários para estimular financiamentos para pequenas e médias empresas, que têm um papel-chave para o crescimento da segunda maior economia do mundo.

Em documento publicado no site do governo central chinês no domingo, 7, o Conselho Estatal - gabinete do país - disse também que irá acelerar as ofertas públicas iniciais (IPOs, na sigla em inglês) de ações de pequenas e médias empresas.

Além disso, Pequim afirmou que irá ampliar ainda mais os canais de financiamento para reduzir os custos de captação dessas empresas.

Desde o ano passado, Pequim vem incentivando o setor bancário a liberar mais empréstimos a empresas em dificuldades, em especial pequenas firmas do setor privado que respondem por mais da metade da expansão econômica doméstica e pela maior parte dos empregos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também