China diz que priorizará estabilidade econômica em 2020

País aprofundará a reforma do lado da oferta financeira e aumentará o financiamento de médio a longo prazo para a indústria

Pequim — A China se concentrará na estabilidade econômica em 2020, mantendo sua política monetária, disse a agência de notícias Xinhua nesta quinta-feira (12), após o término de uma reunião dos principais líderes chineses.

Citando uma declaração emitida após a Conferência Central de Trabalho Econômico anual, a agência afirmou que a China manterá sua política fiscal proativa e a política monetária prudente, tornando os ajustes econômicos mais prospectivos, direcionados e eficazes.

A Xinhua informou que a conferência também se comprometeu a aumentar a qualidade e a eficácia da política fiscal, enquanto a política monetária será flexível e apropriada.

A China aprofundará a reforma do lado da oferta financeira e aumentará o financiamento de médio a longo prazo para a indústria, além de garantir que o crescimento da oferta de dinheiro, crédito e financiamento social esteja alinhado com o crescimento econômico.

A China estabilizará e expandirá o uso de capital estrangeiro, e manterá o crescimento do comércio exterior estável, informou a agência.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.