Brent tem maior valor em nove meses por conflito no Iraque

Cotação do barril de petróleo subiu depois de os Estados Unidos dizerem que podem enviar conselheiros militares ao Iraque

Nova York - O petróleo tipo Brent atingiu a maior cotação em nove meses nesta quinta-feira, superando o valor de 115 dólares por barril, após os Estados Unidos dizerem que podem mandar conselheiros militares ao Iraque, elevando as preocupações com a escalada do conflito.

Forças do governo iraquiano continuam a lutar contra militantes sunitas pelo controle da maior refinaria do Iraque. O presidente dos EUA, Barack Obama, disse que podem ser enviados até 300 conselheiros militares para auxiliar o Iraque no combate ao levante extremista.

A refinaria de Baiji próxima a Tikrit, 200 km ao norte da capital iraquiana, continua sitiada enquanto tropas leais ao governo xiita tentavam controlar insurgentes do Estado Islâmico do Iraque e do Levante e seus aliados que invadiram o perímetro, ameaçando o fornecimento energético.

O contrato futuro do petróleo Brent subiu 0,75 dólar, para 115,01 dólares por barril, o valor mais alto desde 9 de setembro. Durante a sessão, o contrato atingiu a máxima de 115,71 dólares.

O contrato negociado nos EUA para julho, que vence na sexta-feira, subiu 0,46 dólar, para 106,43 dólares. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.