Brasil deve crescer 2,8% no 4º tri de 2017, diz Meirelles

Ao deixar encontro com senadores para discutir medidas econômicas, Meirelles ressaltou que a agenda de reforma econômica continua forte

Brasília - O Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, voltou a afirmar nesta quarta-feira que a economia brasileira deve crescer no próximo ano, e previu que o Produto Interno Bruto (PIB) vai avançando 2,8 por cento no quarto trimestre de 2017 ante o mesmo período deste ano.

Ao deixar encontro com senadores para discutir medidas econômicas, Meirelles ressaltou que a agenda de reforma econômica continua forte e seguindo o "cronograma previsto".

Na terça-feira, o Senado aprovou em segundo turno a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que limita o crescimento dos gastos públicos --principal medida econômica proposta pelo governo Michel Temer para reequilibrar as contas públicas.

O ministro da Fazenda também disse que o Programa de Recuperação Fiscal de Estados, divulgado nesta quarta-feira, estabelece critérios de entrada muito rigorosos.

O ministro esclareceu que os Estados em dívida com a União vão precisar escolher ativos para serem privatizados e, assim, abater parte do montante devido ao governo federal.

"A renegociação com os Estados não têm impacto no resultado primário do governo federal", afirmou Meirelles.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.