BNDES vê sinais de melhora na demanda por crédito

Mais cedo, o BNDES divulgou lucro líquido de 6,4 bilhões de reais em 2016, alta de 3,1% sobre 2015

Rio de Janeiro - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) está identificando sinais de aumento de demanda de empresários por crédito, afirmou nesta sexta-feira, o diretor da área de controladoria do banco de fomento, Ricardo Baldin.

O executivo afirmou que as maiores demandas verificadas até o momento são nas áreas de saneamento, infraestrutura e agropecuária, envolvendo micro, pequenas e médias empresas.

Baldin não revelou dados sobre consultas por novos empréstimos do banco. Ele afirmou que somente em maio o BNDES vai divulgar os dados do primeiro trimestre deste ano.

Mais cedo, o BNDES divulgou lucro líquido de 6,4 bilhões de reais em 2016, alta de 3,1 por cento sobre 2015.

O banco desembolsou no ano passado 88,3 bilhões de reais, uma queda de 35 por cento sobre o ano anterior. O desembolso de 2016 foi o menor desde 2007, quando o montante foi de 64,9 bilhões.

Foi a primeira vez desde 2008 que os desembolsos ficaram abaixo da marca de 100 bilhões de reais.

O diretor do BNDES afirmou que o banco está "ansioso para liberar mais empréstimos" e que não faltarão recursos para o setor privado em 2017.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.