BID, BM e CAF confirmam empréstimos de US$ 5,6 bilhões à Argentina

BID colocou à disposição da Argentina US$ 2,5 bilhões. Já o BM concedeu um empréstimo de US$ 1,75 bilhão, e o CAF de US$ 1,4 bilhão 

Buenos Aires - A Argentina anunciou nesta quinta-feira que também firmou empréstimos com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o Banco Mundial (BM) e o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) avaliados em US$ 5,65 bilhões, além dos US$ 50 bilhões concedidos pelo Fundo Monetário Internacional (FMI).

"Esses recursos duplicam o habitual desembolso anual dessas organizações na Argentina, acompanham o acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI) e ampliam a disponibilidade de financiamento", afirmou o governo da Argentina em comunicado.

As linhas de crédito acertadas entre Argentina, BID, BM e CAF são de "rápido desembolso", segundo a Casa Rosada, e "adicionais aos programas existentes". Os valores serão repassados em 12 meses.

Do total, o BID colocou à disposição da Argentina US$ 2,5 bilhões. Já o BM concedeu um empréstimo de US$ 1,75 bilhão, e o CAF de US$ 1,4 bilhão.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.