Economia

Belo Monte recebe autorização para testes em mais uma turbina

Máquina liberada tem 38,85 megawatts em capacidade instalada e fica localizada no Sítio Pimental

Hidrelétrica de Belo Monte: com mais esta unidade geradora, Belo Monte já tem oito turbinas em funcionamento (Governo/Divulgação)

Hidrelétrica de Belo Monte: com mais esta unidade geradora, Belo Monte já tem oito turbinas em funcionamento (Governo/Divulgação)

R

Reuters

Publicado em 21 de dezembro de 2016 às 10h38.

São Paulo - A hidrelétrica Belo Monte, que está sendo construída no rio Xingu, no Pará, recebeu autorização para colocar mais uma turbina em operação em caráter de testes, segundo despacho da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) no Diário Oficial da União desta quarta-feira.

Segundo a agência, a máquina liberada tem 38,85 megawatts em capacidade instalada e fica no Sítio Pimental, que tem potência total de 233,1 megawatts e corresponde a 3 por cento da geração do complexo Belo Monte.

Na terça-feira, a Norte Energia, consórcio que opera Belo Monte, disse que mais uma turbina de 611,1 megawatts na Casa de Força Principal, foi sincronizada ao Sistema Interligado Nacional (SIN).

Com mais esta unidade geradora, Belo Monte já tem quatro turbinas de 611,11 megawatts, das 18 da Casa de Força Principal, e mais quatro de 38,8 megawatts do Sítio Pimental interligadas ao SIN e gerando 2.599,6 megawatts.

Orçada em 33,8 bilhões de reais, Belo Monte tem como principais acionistas a estatal Eletrobras, com cerca de 50 por cento, e as elétricas Cemig, Light e Neoenergia, além da Vale e dos fundos de pensão Petros e Funcef.

Acompanhe tudo sobre:AneelBelo MonteEnergiaHidrelétricas

Mais de Economia

Governo Milei anuncia venda de dólares no câmbio paralelo argentino

Argentina volta a ter alta de inflação em junho; acumulado de 12 meses chega a 271,5%

Com alíquota de 26,5%, Brasil deve ter um dos maiores IVAs do mundo; veja ranking

Haddad declara ser favorável à autonomia financeira do Banco Central

Mais na Exame