Base de clientes de TV paga cai 4% no Brasil em maio, diz Anatel

Segundo agência, "um dos motivos (para a queda) é a mudança de perfil dos usuários, que estão optando por provedores de filmes e séries via streaming"

São Paulo - As empresas de TV por assinatura tiveram queda de 4 por cento na base de clientes em maio sobre um ano antes, a 17,855 milhões de conexões, afirmou nesta sexta-feira a agência reguladora de telecomunicações (Anatel).

Segundo a agência, "um dos motivos (para a queda) é a mudança de perfil dos usuários, que estão optando por provedores de filmes e séries via streaming, que oferecem um custo menor aos usuários".

A operadora recuperação judicial Oi teve alta de 10,7 por cento na base de clientes, a 1,54 milhão de conexões. O grupo Claro, maior do setor, teve queda de 5,8 por cento, para 8,959 milhões de conexões, enquanto a Sky registrou baixa de 5,3 por cento em maio sobre um ano antes, para 5,21 milhões.

A Vivo encerrou maio com 1,598 milhão de contratos de TV por assinatura, uma queda de 3,3 por cento na comparação com o mesmo mês do ano passado, segundo os dados da Anatel.

(Edição Alberto Alerigi Jr.)

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.