Bancos brasileiros preveem que PIB crescerá 4,1% em 2012

A Febraban apontou que a inflação oficial será de 5,3% em 2012 e de 5,1% em 2013

São Paulo - A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) prevê que a economia do país crescerá 3,4% este ano e 4,1% em 2013, divulgou a entidade em relatório emitido nesta quarta-feira.

O estudo de Projeções e Expectativas de Mercado, que consultou 30 especialistas entre 26 e 31 de janeiro, indicou que o crescimento será 'impulsionado mais uma vez pelo mercado interno'.

O economista-chefe da Febraban, Rubens Sardenberg, considerou que os cálculos são positivos, 'especialmente pelo cenário no resto do mundo', com crise agravadas em vários países da zona de euro.

A entidade apontou que a inflação oficial será de 5,3% em 2012 e de 5,1% em 2013.

Para Sardenberg, o primeiro semestre não terá sobressaltos, mas uma 'melhora do cenário na Europa' pode trazer ao Brasil uma 'pressão inflacionária adicional'.

A Febraban indicou que as taxas de juros cairão a 9,5% este ano, um ponto percentual abaixo da taxa atual.

Quanto à economia dos Estados Unidos, a entidade tem uma expectativa de crescimento de 2,2%, número considerado 'positivo para a recuperação econômica internacional'. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.