Banco Safra revisa projeção de PIB de 2018 de 2,8% para 2%

Depois do resultado do PIB do primeiro trimestre, o banco reduziu sua projeção por conta da desaceleração do consumo e da greve dos caminhoneiros

São Paulo - O Banco Safra reduziu a projeção para o Produto Interno Bruto (PIB) de 2018 de 2,8% para 2,0%, refletindo a desaceleração do consumo e do investimento no primeiro trimestre e também os impactos da greve dos caminhoneiros sobre a atividade.

O PIB do primeiro trimestre subiu 0,4% após 0,2% no quarto trimestre, mas, originalmente, os analistas esperavam expansão bem maior, da ordem de 1,0%.

Depois do resultado, divulgado pelo IBGE na última quarta-feira, 30, várias instituições reduziram suas expectativas para o PIB do ano, conforme pesquisa do Projeções Broadcast, que mostrou intervalo de 1,30% a 2,70%, com mediana de 2,0%, a partir de 31 previsões.

Com essa análise de economia mais enfraquecida, o banco também avalia que a inflação oficial de 2018 será menor do que o previsto anteriormente.

Assim, o Safra reduziu a projeção para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 3,8% para 3,6%, citando ainda as surpresas inflacionárias recentes. No IPCA-15 de maio, por exemplo, subiu 0,14%, abaixo do piso da pesquisa do Projeções Broadcast, que ia de 0,20% a 0,47%.

Houve ainda revisão na estimativa para a taxa de câmbio, que passou de R$ 3,30 para R$ 3,40% no fim de 2018 e de R$ 3,40 para R$ 3,50 em 2019.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.