Bancos públicos respondem por metade do crédito no país

O estoque de crédito total (livre + direcionado) nos bancos públicos cresceu 2,2% em maio em relação a abril, somando R$ 1,229 trilhão

Brasília – O estoque de crédito total (livre + direcionado) nos bancos públicos cresceu 2,2% em maio em relação a abril, somando R$ 1,229 trilhão.

No acumulado do ano, cresceu 8,4% e, em 12 meses, 28,2%. Com isso, a participação de mercado subiu de 44,7% em maio de 2012 para 49,4% em maio de 2013, segundo dados do Banco Central.

Nas instituições privadas nacionais, aumentou 0,8% ante abril, para R$ 866 bilhões. Houve aumento de 2,4% no ano e 6% em 12 meses.

A participação recuou de 38,2% para 34,9% na comparação entre maio de 2012 e de 2013. Nos estrangeiros que atuam no País, subiu 1,1% no mês, para R$ 390 bilhões. No ano, avançou 0,9%. Em 12 meses, 6,7%.

Com isso, a participação caiu para 15,7% em maio deste ano, ante 17,1% no mesmo período de 2012. A inadimplência total ficou estável em todas as instituições em maio em relação a abril. No ano, subiu 0,2% nos públicos e caiu, respectivamente, 0,3% nos nacionais privados e 0,1% nos estrangeiros.

As provisões recuaram 0,1% no mês em todas as instituições. No ano, caíram 0,2% nos públicos, 0,3% nos nacionais privados e 0,1% nos estrangeiros.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.