Banco Mundial se dispõe a oferecer assessoria à Zona Euro

No entanto, o presidente da instituição reiterou que o papel do banco não é injetar liquidez na Europa

Pretória - O Banco Mundial (BM) se colocou à disposição dos países da Zona Euro para oferecer assessoria financeira, declarou nesta quinta-feira o presidente da instituição, Jim Yong Kim, repetindo que o papel do banco não é injetar liquidez a Europa.

"Temos um conhecimento técnico muito específico que pode ser utilizado e oferecemos nossa assistência se os países europeus estiverem interessados", declarou Jim Yong Kim durante visita à Pretória, na segunda etapa de sua visita à África.

"Nosso papel não é o de injetar importantes somas de dinheiro na economia europeia. O Fundo Monetário Internacional está muito mais envolvido que nós nessa região", explicou.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.