• AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 71,00 3.77
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,22 0.07
  • AERI3 R$ 3,74 -1.06
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,43 -0.26
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,95 0.00
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,05 -1.09
  • AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 71,00 3.77
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,22 0.07
  • AERI3 R$ 3,74 -1.06
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,43 -0.26
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,95 0.00
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,05 -1.09
Abra sua conta no BTG

Arábia Saudita anuncia compra de frutas, castanhas e ovos do Brasil

O aumento das exportações para a Arábia Saudita representa um mercado potencial superior a US$ 2 bilhões
Exportações: a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, se reuniu com representantes sauditas em Riade (Reuters/Ueslei Marcelino)
Exportações: a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, se reuniu com representantes sauditas em Riade (Reuters/Ueslei Marcelino)
Por Agência BrasilPublicado em 17/09/2019 12:16 | Última atualização em 17/09/2019 12:16Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O Ministério da Agricultura anunciou hoje (17) um acordo comercial com a Arábia Saudita para ampliação das exportações de produtos do agronegócio brasileiro. A ministra Tereza Cristina se reuniu com representante da autoridade sanitária saudita, em Riade.

Foram autorizadas as exportações de castanhas, derivados de ovos e a ampliação do acesso a frutas brasileiras. Somados, os produtos representam um mercado potencial superior a US$ 2 bilhões.

Hisham bin Saad Al Jadhey, CEO da autoridade sanitária saudita, destacou que o país importa 80% dos alimentos que consome, provenientes de mais de 150 países. Nesse sentido, ele falou sobre a importância do acordo com o Brasil na garantia da segurança alimentar do país e ressaltou a qualidade dos produtos brasileiros.

A ministra Tereza Cristina destacou o papel do Brasil como potencial fornecedor de outros ítens para a Arábia Saudita, como arroz, açaí e sucos.

Entre os produtos mais vendidos para os sauditas estão carne de frango (in natura), açúcar de cana (bruto), carne bovina (in natura), soja (grão e farelo), milho, açúcar refinado e café (solúvel e verde). Em 2018, as exportações de produtos agropecuários para a Arábia Saudita renderam US$ 1,696 bilhão. Foram mais de 2,959 milhões de toneladas. A carne de frango representou 47,4% do valor vendido em 2018 para a Arábia Saudita (US$ 804 milhões e 486 mil toneladas).

* Com informações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento