3º tri não será tão fraco como se esperava, diz Tombini

Ainda assim, o presidente do Banco Central admitiu que "podemos ter um terceiro trimestre de acomodação"

Londres - O crescimento econômico do Brasil no terceiro trimestre não será tão fraco como se esperava anteriormente, disse nesta quinta-feira o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini.

"Podemos ter um terceiro trimestre de acomodação, isto é esperado pelos participantes do mercado, mas será mais favorável do que as pessoas estavam esperando", afirmou Tombini durante conferência em Londres.

A agência de classificação Moody's reduziu na quarta-feira a perspectiva de crédito do Brasil para "estável", ante "positiva", citando o fraco crescimento da economia brasileira.

Tombini afirmou ainda que a inflação está recuando em direção ao centro da meta. "A inflação está sob controle. Estamos trazendo ela para perto da meta", afirmou Tombini, em Londres.

Segundo o Relatório Trimestral, o índice oficial de inflação IPCA subirá 5,8 por cento neste ano pelo cenário de referência, ante previsão anterior de 6,0 por cento, e 5,7 por cento em 2014, ante estimativa anterior de 5,4 por cento.

A meta de inflação do governo é de 4,5 por cento, com tolerância de 2 pontos percentuais.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.