A página inicial está de cara nova Experimentar close button

38% da população acima de 18 anos está inadimplente

O número médio de dívidas por pessoa inadimplente ficou em 2,076 em dezembro

Brasília - Levantamento realizado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) aponta que 38% da população brasileira com idade acima de 18 anos está inadimplente.

Outro dado divulgado nesta terça-feira, 13, pelas entidades é o de que o número médio de dívidas por pessoa inadimplente ficou em 2,076 em dezembro, levemente menor do que o observado em novembro (2,090).

Em comparação com o mês de dezembro dos demais anos, 2014 foi o que apresentou o menor número médio de pendências por devedor.

Mais cedo, as entidades informaram que 54,5 milhões de brasileiros têm registros em cadastros de devedores.

"O número de 38% da população impressiona, mas isso não é só dívida bancária. Leva em conta também atrasos em conta de água e luz, telefone e com comércio", salientou a economista-chefe do SPC, Marcela Kawauti.

Ela comentou também que a diminuição de dívida por pessoa em dezembro de 2014 se deve à retração mais expressiva da quantidade de dívidas do que de inadimplentes.

Marcela destacou que ainda é observado um crescimento mais forte no número de idosos com dívidas em atraso do que entre a população mais nova.

"Os jovens têm demorado mais para se tornarem adultos de fato. Consomem, sim, mas bens de valor menor", observou. Já os idosos, de acordo com ela, estão consumindo mais e, como a base de comparação é fraca, qualquer aumento se destaca mais nas pesquisas.

Outro fator que leva os idosos a se tornarem mais inadimplentes recentemente, de acordo com a economista, é o crescimento do volume de crédito consignado contratado.

Pelo formato desse crédito, a pessoa não prega o calote nessa conta, mas acaba ficando sem recursos para honrar outros pagamentos, o que gera inadimplência em outras áreas. "Por isso, o crédito consignado pode ser uma armadilha", alertou.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também