Governo piora projeção para o PIB de 2016 e 2017

O próprio ministro da Fazenda já havia mencionado a possibilidade de uma alta de só 1% no Produto Interno Bruto no ano que vem

Brasília - O novo secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Fabio Kanczuk, anunciou nesta segunda-feira, 21, que a previsão da equipe econômica para o crescimento da economia brasileira em 2017 foi rebaixada de 1,6% para 1%.

Essa é a terceira estimativa de crescimento para 2017 divulgada pela equipe econômica do governo Michel Temer, que assumiu em maio.

Quando apresentou a nova versão do projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), a projeção foi fixada em 1,2%. Em meados de agosto, às vésperas do envio do Orçamento ao Congresso, a equipe econômica anunciou a elevação dessa projeção para 1,6%, com o argumento de que o próprio mercado estava melhorando suas avaliações.

Nesta segunda-feira, o Boletim Focus mostrou queda na estimativa de crescimento em 2017 de 1,13% para 1,00%. Há um mês, essa projeção era de 1,23%.

O próprio ministro da Fazenda já havia mencionado a possibilidade de uma alta de só 1% no Produto Interno Bruto (PIB) no ano que vem, o que teria efeito negativo sobre a arrecadação prevista no Orçamento do ano que vem.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também