• AALR3 R$ 20,11 -0.30
  • AAPL34 R$ 68,12 1.13
  • ABCB4 R$ 16,68 0.97
  • ABEV3 R$ 14,14 0.71
  • AERI3 R$ 3,66 2.52
  • AESB3 R$ 10,82 -0.18
  • AGRO3 R$ 31,22 0.13
  • ALPA4 R$ 21,97 3.19
  • ALSO3 R$ 18,89 -0.58
  • ALUP11 R$ 26,93 -0.52
  • AMAR3 R$ 2,67 5.12
  • AMBP3 R$ 32,34 4.02
  • AMER3 R$ 22,18 1.32
  • AMZO34 R$ 3,40 4.17
  • ANIM3 R$ 5,62 2.74
  • ARZZ3 R$ 81,81 2.96
  • ASAI3 R$ 15,78 0.38
  • AZUL4 R$ 20,99 4.58
  • B3SA3 R$ 12,24 2.77
  • BBAS3 R$ 37,77 0.53
  • AALR3 R$ 20,11 -0.30
  • AAPL34 R$ 68,12 1.13
  • ABCB4 R$ 16,68 0.97
  • ABEV3 R$ 14,14 0.71
  • AERI3 R$ 3,66 2.52
  • AESB3 R$ 10,82 -0.18
  • AGRO3 R$ 31,22 0.13
  • ALPA4 R$ 21,97 3.19
  • ALSO3 R$ 18,89 -0.58
  • ALUP11 R$ 26,93 -0.52
  • AMAR3 R$ 2,67 5.12
  • AMBP3 R$ 32,34 4.02
  • AMER3 R$ 22,18 1.32
  • AMZO34 R$ 3,40 4.17
  • ANIM3 R$ 5,62 2.74
  • ARZZ3 R$ 81,81 2.96
  • ASAI3 R$ 15,78 0.38
  • AZUL4 R$ 20,99 4.58
  • B3SA3 R$ 12,24 2.77
  • BBAS3 R$ 37,77 0.53
Abra sua conta no BTG

Fundador da BitcoinTrade cria plataforma para 'tokenizar' ativos do mundo real

Daniel Coquieri desenvolve plataforma de security tokens que pretende transformar ativos reais em tokens em blockchain: de dívidas à jogadores de futebol
 (Getty Images/reitbz)
(Getty Images/reitbz)
Por Gabriel RubinsteinnPublicado em 16/03/2021 13:04 | Última atualização em 16/03/2021 13:04Tempo de Leitura: 3 min de leitura

Daniel Coquieri é um reconhecido empreendedor do setor de criptoativos e blockchain do Brasil. Fundador da exchange BitcoinTrade, que rapidamente se tornou uma das maiores do país, ele deixou a empresa na negociação de aquisição pela argentina Ripio. Agora, já em uma nova empreitada, tem planos ambiciosos: "tokenizar tudo".

Junto com dois sócios, Coquieri criou a Purus, uma plataforma de lançamento e negociação de security tokens que será inaugurada no final do mês de abril. "Quando a BitcoinTrade foi vendida, já tinha minha saída definida. E, desde então, tenho trabalhado nesse projeto, cujo objetivo é transformar ativos do mundo real, otimizando sua negociação, gerando liquidez e permitindo acesso à produtos novos e atraentes para os investidores", explicou.

Security tokens são ativos digitais que circulam em blockchain e representam ativos de investimento reais, como títulos, dívidas, debêntures, ações ou quaisquer outros. Dois exemplos famosos de security tokens brasileiros são o ReitBZ, lançado pelo BTG Pactual em 2019 e cujos tokens representam cotas num fundo de investimento em imóveis; e o Vasco Token, lançado pelo Mercado Bitcoin e que representam direito de crédito sobre transações de jogadores formados no clube carioca.

A tokenização de direitos de jogadores de futebol, inclusive, é um dos focos da nova plataforma. "Nosso foco está na tokenização em quatro frentes: investimento em startups, direitos de clubes de futebol, dívida e antecipação de recebíveis, e imóveis", disse Coquieri, que garante ter três produtos já confirmados para o lançamento da plataforma, inclusive um em parceria com um famoso clube de futebol brasileiro.

Apesar do produto inovador e dos benefícios intrísecos aos security tokens, Daniel Coquieri sabe que o novo modelo de negócios terá que superar pelo menos dois obstáculos: regulação e educação.

Sobre o primeiro ponto, ele explicou: "Como diz o nosso slogan, amanhã vai ser tudo token. Mas a gente sabe que isso é amanhã, não hoje. Para chegar nesse ponto, precisamos, primeiro, avançar em termos de regulação. Ao mesmo tempo, é a inovação que empurra o regulador. As iniciativas do BTG e do Mercado Bitcoin foram muito importantes nesse sentido, mas ainda há avanços a serem feitos", disse, completando que a Purus é uma das empresas candidatas a participar do sandbox regulatório da CVM, o ambiente de testes para fomento à inovação criado pela autarquia.

Em relação à educação, o empresário afirma que se trata de um modelo de negócios novo, ainda pouco explorado e pouco conhecido pelo grande público, o que exige conscientização para criação de demanda: "A solução é educar, ensinar. Mostrar os riscos, os benefícios, mostrar que é uma solução melhor. E, claro, ter bons produtos. Porque a tecnologia é boa, mas a oferta tem que ser melhor".

A "tokenização" de ativos do mundo real é uma tecnologia capaz de provocar grandes mudanças no mercado de capitais, pois reduz a burocracia e facilita o acesso e a criação de novos produtos de investimento — o que é positivo para emissores e investidores. Os exemplos já realizados no país mostram o potencial desse novo modelo, que deve ganhar cada vez mais força, conforme novas empresas e novos produtos forem lançados.

Veja Também