Programador de 13 anos cria protocolo em blockchain que administra US$1 mi

O indiano Gajesh Naik, de apenas 13 anos, desenvolveu protocolo de finanças descentralizadas que administra milhões de reais em criptomoedas
 (nikkimeel/Getty Images)
(nikkimeel/Getty Images)
G
Gabriel Rubinsteinn, com informações do Decrypt

Publicado em 17/06/2021 às 15:00.

Última atualização em 17/06/2021 às 15:01.

O indiano Gajesh Naik, de apenas 13 anos, escolheu um caminho diferente da maioria das pessoas com a sua idade; no seu tempo livre, ele se dedica à programação e, com algumas das linguagens que aprendeu, construiu uma aplicação em blockchain que administra milhões de reais.

Naik criou o PolyGaj, um protocolo de finanças descentralizadas (DeFi) que roda no blockchain Polygon. Atualmente, o protocolo administra cerca de 1 milhão de dólares em criptomoedas, mas o volume já chegou a 7 milhões de dólares, ou cerca de 35 milhões de reais, quando a Polygon atingiu sua máxima histórica, em maio.

“Eu tinha as habilidades matemáticas básicas, como adição e subtração. Isso era tudo o que era necessário. Depois, comecei a aprender as linguagens de programação”, disse Naik ao site Decrypt, que divulgou a história, sobre como começou a programar. Hoje, cinco anos depois, ele é capaz de programar em C, C++, Java, Javascript e Solidity - esta última, a mais usada para escrever contratos inteligentes baseados no Ethereum, a rede usado pelo Polygon.

O pai de Naik, Siddhivinayak, é formado em ciência da computação e o principal motivador do menino. “Acho que o investimento de recursos que colocamos - especialmente tempo - está valendo a pena agora, graças à atenção que ele tem recebido”, disse, também ao Decrypt. “Estou muito satisfeito”.

Arjun Kalsy, vice-presidente de Growth Marketing da Polygon, duvidou de Naik quando foi contatado por ele pela primeira vez, na época em que o garoto buscava ajuda no desenvolvimento do seu projeto, há pouco mais de um mês. "Eu tinha 100% de certeza de era um golpista" disse Kalsy à publicação. "Tipo, não tem como. Sério? 13 anos de idade? Ele deve ser um cara grande e cabeludo". A dúvida só foi resolvida algumas mensagens depois, quando Kalsy aceitou uma chamada de vídeo de Naik. "Então, eu vi. É realmente um menino de 13 anos".

Apenas saber o significado da sigla DeFi já é algo surpreendente para uma pessoa de apenas 13 anos, já que muitos adultos também não fazem ideia do que seja isso - trata-se de uma nova tecnologia, que utiliza o blockchain para a criação de algoritmos que administram criptomoedas, permitindo a oferta de produtos e serviços financeiros como empréstimos, poupança e muito mais, de forma automatizada e sem intermediários.

Para Kalsy Naik é mais um programador criativo e esperto do que um gênio da programação, já que o PolyGaj é, segundo ele, "um clone do Goose Finance", protocolo de DeFi construído em outro blockchain - a Binance Smart Chain. Kalsy também explicou que os algoritmos que sustentam o PolyGaj vêm de um contrato inteligente chamado "MasterChef", usado por outro protocolo de DeFi bastante conhecido, o SushiSwap.

“Quando você fala sobre programadores, existem dois tipos gerais: o programador matemático, que adora algoritmos e estruturas de dados, e os que são como Gajesh, que estão mais no lado da execução e de negócios. Se ele vir um bom projeto, pode criar algo parecido, mas dificilmente vai inventar um algoritmo para o 'Problema do Caixeiro-viajante' ou algo do tipo”, explicou Kalsy, acrescentando que "Naik é o tipo do cara que pode construir o próximo Facebook ou o próximo WhatsApp".

Apesar do feito impressionante, Naik também é alvo de críticas, especialmente porque o protocolo tem ele próprio como único administrador. “Não são coisas que você atribui a um garoto de 13 anos, mas ele está fazendo um bom trabalho. E ele cumpriu tudo o que disse. Eu sei que ele é genuíno. Ele não é um daqueles caras que fogem com o dinheiro ou algo parecido”, afirmou Kalsy.

Naik mostra não estar muito preocupado com as críticas. "Espero que eu possa ganhar o amor e o respeito dessa comunidade incrível", disse, em uma publicação no blog do projeto. "É o seu apoio que me motiva a desenvolver produtos incríveis!".

No curso "Decifrando as Criptomoedas" da EXAME Academy, Nicholas Sacchi, mergulha no universo de criptoativos, com o objetivo de desmistificar e trazer clareza sobre o seu funcionamento. Confira.