Grande corretora dos EUA anuncia IPO e destaca relevância das criptomoedas

Robinhood Markets revela que criptomoedas foram responsáveis por 17% da receita total da companhia e revela preocupação com volume de transações com dogecoin
 (Aaron Wojack/The New York Times/Fotoarena)
(Aaron Wojack/The New York Times/Fotoarena)
L
Lucas Josa

Publicado em 02/07/2021 às 15:01.

Última atualização em 02/07/2021 às 15:08.

A Robinhood Markets, uma das maiores corretoras online dos EUA, anunciou nesta quinta-feira, 1, que entrou com o pedido para realizar sua oferta pública inicial de ações (IPO) e revelou em seu prospecto que a dogecoin foi responsável por 34% de sua receita com transações de criptomoedas no primeiro trimestre de 2021.

De acordo com o prospecto da companhia, atualmente, a Robinhood possui 81 bilhões de dólares em ativos sob custódia, número 323% acima dos 19,2 bilhões de dólares que foram reportados ao fim do primeiro trimestre do ano passado, possuindo como um de seus destaques principais, o crescimento no segmento de criptomoedas.

Na comparação anual, os ativos em criptomoedas da companhia tiveram um crescimento de aproximadamente 25 vezes em um ano, alcançando 11,6 bilhões de dólares no fim de março de 2021. Atualmente, a receita obtida com transações de criptomoedas na plataforma representa 17% da receita total da companhia, 13% acima do que foi registrado em 2020, que teve como catalisador o aumento do interesse pela dogecoin, a criptomoeda-meme queridinha de Elon Musk.

No primeiro trimestre, a receita total obtida com as transações de dogecoin na plataforma representa 34% da receita total com criptoativos durante o primeiro trimestre, que por sua vez, representa aproximadamente 6% da receita total da companhia.

Apesar do grande aumento na receita da Robinhood, a dogecoin pode representar uma preocupação para o resultado futuro da companhia, que poderá ser fortemente impactado caso o interesse pela criptomoeda diminua.

“Uma parcela substancial do recente crescimento em nossa receita líquida obtida em transações com criptomoedas é atribuída a transações em dogecoin. Se a demanda pela criptomoeda diminuir e não for substituída por outros criptoativos disponíveis para negociação em nossa plataforma, nossos negócios e resultados operacionais podem ser adversamente afetados”, comunicou a Robinhood.

Frequentemente mencionada por Elon Musk no Twitter, a criptomoeda-meme teve uma das melhores performances em 2021, acumulando uma alta de mais de 5.000% no período. Porém, por conta de ser baseada em um meme, a criptomoeda tem sido duramente criticada por especialistas do setor, sendo considerada por Katharine Wooler, diretora da Dacxi, plataforma britânica de investimentos em ativos digitais, como "a pior criptomoeda que existe".