Viagem nas férias: a partir de que idade crianças pagam passagem de avião e diária em hotel?

Transporte e hospedagem são os fatores que mais pesam no custo total de uma viagem, por isso entender esses valores é essencial antes de programar o passeio em família
 (Hispanolistic/Getty Images)
(Hispanolistic/Getty Images)
D
Da Redação

Publicado em 18/11/2022 às 15:40.

Última atualização em 18/11/2022 às 16:02.

O fim do ano está chegando e, com ele, o planejamento das famílias para viajar com as crianças durante as férias escolares. Para o passeio caber no orçamento, que está mais apertado para a maioria dos brasileiros, é preciso pesquisar preços e considerar diversas questões, principalmente os gastos com transporte e hospedagem, os que mais impactam o custo total da viagem. 

Por isso, a primeira dúvida de quem está programando viajar com os filhos geralmente é se a criança paga passagem de avião e diária em hotel.

A partir de que idade a criança paga passagem aérea?

De acordo com a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR), quase sempre os pequenos pagam, mas mediante condições. 

A maioria das companhias não cobra para transportar menores de dois anos em voos domésticos que vão no colo de um adulto. Entretanto, em algumas o preço é de 10% do valor cheio. Cada adulto pode levar no colo um bebê. Se forem dois, como é o caso de gêmeos, é preciso que sejam reservados dois assentos, com dois adultos.

Para o bebê que não vai no colo (e sim em uma cadeirinha de transporte, por exemplo), a questão é simples: “Se a criança ocupar um assento, é cobrada a passagem”, explica a entidade. 

Quanto às crianças de dois a 12 anos, a ABEAR esclarece que, apesar de não ser uma obrigação, a maior parte das empresas coloca um valor menor na compra da passagem, o que pode variar entre voos domésticos e internacionais e depender da classe tarifária. Já, a partir de 12 anos, a tarifa é a mesma de um adulto em todas as companhias.

Portanto, como não há uma regra, a dica é: para evitar imprevistos financeiros, antes de programar o restante da viagem, certifique-se sobre como é a cobrança na empresa escolhida na época da compra (veja as condições informadas atualmente no site de Gol, Latam e Azul). 

Por fim, é importante saber que existe idade mínima para voar. “Bebês com mais de sete dias de vida já podem viajar de avião. Ainda assim, é importante consultar o pediatra, pois alguns médicos recomendam esperar pelo menos 28 dias antes de voar pela primeira vez. Se você tiver que viajar com um bebê entre um e sete dias de vida, as companhias aéreas podem solicitar uma autorização médica para a criança e a mãe”, diz a ABEAR.

A partir de que idade a criança paga diária de hotel?

A cobrança ou não da hospedagem de crianças em hotéis é ainda mais variável. “Isso é facultativo, é a política comercial de cada hotel que define”, explica a assessoria de imprensa da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH). “Alguns hotéis, inclusive, não aceitam crianças”, ressalta.

Por isso, na hora de pesquisar a hospedagem, é essencial ficar atento a esse ponto. Em diversos locais, a estadia da criança, desde que no mesmo quarto dos adultos, é cortesia até certa idade (em alguns, a gratuidade é para uma, em outros para até duas crianças). Outros garantem descontos ou adotam a cobrança proporcional à idade. 

Assim, para evitar extrapolar o orçamento, a recomendação é filtrar a busca selecionando estabelecimentos que ofereçam condições como essas.

Escolhido o hotel, a fim de assegurar-se sobre a sua política comercial e não ter surpresas depois, é importante entrar em contato diretamente com o lugar ou procurar a informação no site oficial. A mesma orientação vale para dúvidas sobre disponibilidade de berços, camas extras ou copa do bebê (espaço de apoio para preparação de mamadeiras e papinhas). 

Com valores de hotel e passagens bem pesquisados para não gastar mais do que o previsto, é só fazer as reservas com antecedência para garantir as melhores opções e contar os dias para o passeio.

Veja Também

Como emitir nota fiscal pelo MEI?
Planejar
Há uma semana • 6 min de leitura

Como emitir nota fiscal pelo MEI?