Como usar o 13º salário de forma consciente?

Quitar dívidas ou investir? Entenda o que é melhor para o dinheiro extra que entra no final do ano
Quitar dívidas com o 13º salário: uma boa alternativa para manter a saúde financeira e um bom score de crédito (Israel Sebastian/Divulgação)
Quitar dívidas com o 13º salário: uma boa alternativa para manter a saúde financeira e um bom score de crédito (Israel Sebastian/Divulgação)
D
Da Redação

Publicado em 23/11/2022 às 10:20.

Última atualização em 23/11/2022 às 10:28.

Em tempos de preços em alta, dívidas para pagar, contas em atraso – uma realidade para muitos brasileiros -, o 13° salário chega como um alívio para compor o orçamento doméstico. No entanto, é importante planejar o uso desse dinheiro extra que cai na conta de quem é assalariado no Brasil. 

Quando cai o 13º salário

Por lei, o 13º salário deve ser pago em duas parcelas:

  • Até 30 de novembro a primeira parcela
  • Entre 30 de novembro e 20 de dezembro a segunda parcela

Sendo assim, o mais comum é o empregador pagar a primeira parte do 13º salário no dia 30 de novembro e a segunda, no dia 20 de dezembro – que são as datas-limite para pagar o benefício. 

De toda forma, pode ser que a sua empresa pague em uma data diferente dessas, então vale a pena checar com o RH a data que a companhia costuma fazer o pagamento do décimo terceiro salário.

Qual é o valor do 13º salário

O valor do 13º salário é o equivalente a 1 salário mensal integral a cada 12 meses trabalhados. Então, quem trabalha há 12 meses ou mais na empresa recebe um salário completo no 13º, enquanto quem está há menos de um ano no atual emprego receberá proporcionalmente. 

Como usar o 13º salário

O dinheiro que entra no final do ano pode ter diferentes usos, de acordo com a situação atual de cada um. Iago Graciute de Araújo, gerente de produtos do banco PAN, comenta que quitar eventuais dívidas é uma boa alternativa para utilizar o décimo terceiro. “Isso porque tomando essa atitude você manterá a sua saúde financeira e o seu score de crédito saudáveis”, diz.

Para quem tem dúvidas sobre se vale a pena quitar uma dívida com o décimo terceiro ou investir o dinheiro, Araújo diz que é mais vantajoso quitar dívidas. “As dívidas podem te prejudicar, além de acarretar atraso, juros, multas e na deterioração do seu score de crédito.”

Já para quem decidir investir, o especialista do banco PAN afirma que, com cenários de incertezas, na política e economia, a renda fixa é uma boa alternativa, “pois te protegerá dos riscos e oferecerá rentabilidades pré-definidas ou vinculadas a algum indicador financeiro”.

O importante é usar o 13º de forma consciente. “Utilizar o 13º de forma consciente é pensar que esse recurso pode ser um instrumento para manter a saúde das suas finanças, focando em se livrar de dívidas em atraso que acumulam juros, poupando – ou investindo – esse dinheiro, para ter rentabilidade, construir ou manter sua reserva de emergência”, finaliza Araújo.