Como economizar com medicamentos, além do Farmácia Popular?

Genéricos, planos de saúde e programas de fidelidade ajudam a diminuir a conta da farmácia; saiba mais
 (DjelicS/Getty Images)
(DjelicS/Getty Images)
D
Da Redação

Publicado em 25/10/2022 às 11:00.

Última atualização em 26/10/2022 às 15:00.

A proposta da equipe de Jair Bolsonaro (PL) para o orçamento federal de 2023 pode se traduzir em uma enorme dor de cabeça para uma parcela dos usuários do Farmácia Popular

O que o governo quer, e agora cabe ao Congresso debater, é cortar 59% dos recursos destinados ao programa, que fornece medicamentos grátis para doenças como hipertensão e diabetes. 

O orçamento deste ano prevê R$ 2,04 bilhões para custear a gratuidade prometida pelo Farmácia Popular. Se o plano do Executivo se concretizar, serão apenas R$ 842 milhões em 2023 – ou R$ 1,2 bilhão a menos.

Que medicamentos entram no Farmácia Popular?

Atualmente, o programa oferece 13 princípios ativos com 100% de gratuidade – de Sulfato de Salbutamol, usado no tratamento de asma, a Cloridrato de Metformina, prescrito para quem tem diabetes

De forma subsidiada, o Farmácia Popular também disponibiliza, além de anticoncepcional e fraldas geriátricas, remédios para quem tem dislipidemia, rinite, doença de Parkinson, osteoporose e glaucoma. Nesses casos, o Ministério da Saúde paga até 90% do valor de referência tabelado e os cidadãos arcam com o restante, de acordo com o preço praticado por cada farmácia.

Como usar o Farmácia Popular?

Recorrer ao programa é simples. Só é preciso comparecer a um estabelecimento credenciado com documento oficial com foto e número de CPF e receita médica,  dentro do prazo, tanto do SUS quanto de serviços particulares. 

As fraldas geriátricas, recomendadas para quem sofre de incontinência urinária, só podem ser requisitadas por quem tem 60 anos ou mais ou sofre de alguma deficiência. É preciso, no entanto, apresentar um laudo ou atestado médico que indique a necessidade do uso do acessório. Pacientes com deficiência precisam levar um laudo específico. 

De acordo com o Plano Nacional de Saúde (PNS), o programa deveria ser expandido, entre 2020 e 2023, para 90% dos municípios com menos de 40.000 habitantes. 

Em nota divulgada para a imprensa, o Ministério da Economia alegou que o corte proposto no orçamento do ano que vem é fruto da “enorme rigidez alocativa a que a União está subordinada, agravada pela necessidade de alocação de recursos para reserva de emendas de relator.”

Saúde PAN: descontos em medicamentos

Felizmente, há outras maneiras de economizar com medicamentos. Os clientes do Saúde PAN, por exemplo, têm até 85% de desconto em remédios nas principais farmácias do Brasil. 

O plano, oferecido pelo banco PAN, custa R$ 9,99 por mês e dá direito a descontos exclusivos em exames e consultas médicas e odontológicas. Ao todo, oferece consultas presenciais em mais de 4.500 clínicas a partir de R$ 19,90 e também há a possibilidade de consultas online.

Outro diferencial do Saúde Pan são os serviços de farmácia gratuitos como medição de pressão e testes de glicemia.

Como comprar remédios mais baratos?

Diversos planos de saúde oferecem descontos em medicamentos. Não à toa, a primeira pergunta que todo mundo costuma ouvir no balcão da farmácia é essa: “Você tem algum plano de saúde?”. Para economizar, não deixe de informar seu CPF caso tenha algum plano do gênero. 

Não se esqueça, também, que cada medicamento costuma ser produzido por mais de um laboratório. Vale a pena, portanto, pedir para o atendente informar o preço de cada variedade disponível. Outro dica que é sempre bom repetir: pergunte se há genérico do item que foi comprar. 

Para quem toma remédio de uso contínuo, comprá-lo em grandes quantidades costuma ser vantajoso – caixas que contêm mais unidades, proporcionalmente, tendem a custar menos.

 No caso de medicamentos não controlados, aqueles que dispensam receita médica, os sites das farmácias são uma ótima saída. Além de oferecerem descontos com frequência, permitem comparar preços com poucos cliques. 

Os programas de fidelidade das farmácias também são grandes aliados de quem quer economizar. A Drogasil, por exemplo, estende cupons de ofertas personalizadas aos clientes cadastrados. Associados ao programa de pontos Stix também podem transformá-los em prêmios e descontos em farmácias das redes Droga Raia e Drogasil.