Podcast: Investigando os aspectos jurídicos dos NFTs

Confira quais são as principais implicações legais envolvendo a criação e distribuição dos tokens não-fungíveis
 (Beeple / Christie's/Divulgação)
(Beeple / Christie's/Divulgação)
Por Thamilla TalaricoPublicado em 17/04/2021 10:00 | Última atualização em 16/04/2021 19:34Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O mercado de tokens não fungíveis (NFTs) é certamente um dos que mais se popularizou no mundo dos criptoativos em 2021. Com milhões de dólares sendo negociados diariamente, os tokens não-fungíveis passaram a ser um tópico de ampla discussão, não só no universo dos ativos digitais, mas também nas comunidades artísticas e esportivas.

Os NFTs representam uma nova tendência para mercados esportivos, artísticos e, até mesmo, de colecionáveis. Entretanto, a sua essência demonstra um leque infinito de possibilidades através da criação da não fungibilidade por meio de ativos digitais.

Por ser uma categoria relativamente nova no ecossistema dos criptoativos, órgãos reguladores têm trabalhado arduamente para definir as regras do jogo e mensurar todos os riscos envolvidos neste processo de tokenização.

Então se você tem interesse em conhecer mais sobre o funcionamento dos NFTs e quais são as suas implicações jurídicas, o último episódio do podcast do Future Of Money certamente irá te ajudar.

Nesta edição, Nicholas Sacchi e Thamilla Talarico comentam sobre os principais impactos da introdução dos NFTs em cada uma de suas áreas, destrinchando quais são as implicações legais sobre o tema.

No curso Decifrando as Criptomoedas" da EXAME Academy, Nicholas Sacchi, head de criptoativos da EXAME, mergulha no universo de criptoativos, com o objetivo de desmistificar e trazer clareza sobre o funcionamento. Confira.