Vivemos um novo momento, então, que venham novos debates!

A primeira impressão que se tem é a de que as gerações estão vivendo um tempo de ruptura total, onde os mais velhos não entendem os jovens de hoje, que, por sua vez, consideram os mais velhos absolutamente lentos e desconectados da realidade atual. O aumento da expectativa de vida alcançado nos avanços da ciência contribui para a intensidade dos conflitos, pois existem mais gerações lutando por um lugar no […] Leia mais
S
Sidnei Oliveira

Publicado em 21/03/2012 às 03:34.

Última atualização em 24/02/2017 às 09:31.

A primeira impressão que se tem é a de que as gerações estão vivendo um tempo de ruptura total, onde os mais velhos não entendem os jovens de hoje, que, por sua vez, consideram os mais velhos absolutamente lentos e desconectados da realidade atual. O aumento da expectativa de vida alcançado nos avanços da ciência contribui para a intensidade dos conflitos, pois existem mais gerações lutando por um lugar no mundo.

A integração de gerações mediada pelos avanços tecnológicos é o desafio da década. Queremos educar os jovens, mas os métodos utilizados com sucesso nos últimos anos já não atingem mais seus objetivos. Nos relacionamentos, é comum vermos líderes e gestores – assim como pais e educadores – falarem um idioma que não é compreendido, enquanto os jovens buscam usufruir e equilibrar suas ambições com um estilo de vida mais relaxado e aparentemente “sem compromisso” ou ambições futuras.

Os jovens de hoje são mais pragmáticos e não se apegam aos valores que serviram de referência para a criação da realidade atual. Buscam desafios constantemente e esperam receber feedback com muita rapidez.

Estão surpreendendo veteranos ao ignorarem os padrões e estabelecerem, através de ações multitarefas, um novo padrão de desempenho no estudo, no trabalho e em todo seu estilo de vida, principalmente enquanto escutam músicas e navegam em redes sociais.

Para debater todo esse cenário, estarei moderando este blog destinado às diferentes gerações de profissionais. Aqui, pretendo abordar temas como carreira, estilo de vida e relacionamentos, sempre tendo como “pano de fundo” a relações dos jovens com o mundo corporativo.

Para transformar esse blog em um espaço de debates, os artigos serão compostos com a participação de jovens colunistas e especialistas de mercado que, a partir de um tema provocativo, estarão sempre apresentando comentários, contrapontos e concordâncias.

Convido a todos a apreciar o animado debate e participarem conosco!

Abraços,

Sidnei Oliveira