Você está entre os gestores líderes na adoção da Inteligência Artificial? Não?

A adoção da IA nas companhias em todo o mundo está crescendo e vai se tornar como eletricidade: nem percebemos, mas ela está lá, e sem ela, nada funciona
 (Andriy Onufriyenko/Getty Images)
(Andriy Onufriyenko/Getty Images)
P
Pyr MarcondesPublicado em 15/08/2022 às 15:03.

Bom, se você e sua empresa não estão entre os líderes na adoção da Inteligência Artificial, só existe outra opção: vocês estão perdendo tempo e tempo, como já se diz há séculos, é dinheiro.

A adoção da Inteligência Artificial nas companhias em todo o mundo está crescendo e vai se tornar como eletricidade: nem percebemos, mas ela está lá, e sem ela, nada funciona.

AI vai ser a mesma coisa. 

Entenda que AI não é uma tecnologia, é um set sem fim de intrincadas tecnologias que não param de se expandir e se diversificar (porque aprendem e se aprimoram consigo mesmas indefinidamente) em praticamente todos os campos do conhecimento humano e das atividades empresariais. Elas todas têm em comum de alguma forma mimetizar a capacidade humana de dedução e lógica. Ou o que costumamos chamar de inteligência.

Seu desenvolvimento, como é baseado em tecnologia e em máquinas com capacidade de processamento que, em muitas áreas, a inteligência humana não consegue acompanhar, passa a ser um anabolizador de performance e resultados em um igualmente sem fim de atividades e negócios.

Segundo levantamento da PwC entre líderes empresariais no mundo - que você tem que ler, clique aqui - chamado PwC AI Business Survey, a adoção de AI entre os líderes empresariais está se expandindo rapidamente. E alguns achados do estudo podem ajudar você e sua equipe a não perderem mais tempo (e dinheiro) nesse assunto tão radicalmente vital para o sucesso da sua companhia (hoje, não no futuro, hein?): em vez de testar uma tecnologia e depois partir para outra, num raciocínio linear de adoção, com Provas de Conceito (PoCs) feitas uma a uma, os líderes mais bem sucedidos estão partindo para um olhar de adoção mais holístico e saltando na frente.

Já na abertura do estudo, a PwC resume seus principais achados: “O sucesso da IA está se tornando a regra, não a exceção. Na quarta pesquisa anual de negócios de IA da PwC, a maioria das empresas que trabalham com IA relata seus resultados: Provas de conceitos promissoras (PoCs) prontas para escalar, casos de uso ativos e até mesmo ampla adoção de processos (operacionais) habilitados por IA. Mas algumas empresas se destacam e são aquelas que produzem não apenas um modelo de IA funcional, mas também um ROI significativo. O que diferencia essas empresas, indicam os dados, é que, em vez de se concentrarem primeiro em um objetivo e depois passarem para o próximo, elas estão avançando com a IA em três áreas ao mesmo tempo: transformação de negócios, tomada de decisão otimizada e sistemas e processos modernizados . Dos 1.000 entrevistados em nossa pesquisa, 364 “líderes de IA” estão adotando essa abordagem holística e colhendo os frutos.”

Abaixo gráfico com as áreas privilegiadas pelos líderes e analisadas pela PwC.

(PwC/Reprodução)

Esse é um mapa para sua ação. Copiar não é pecado.