Comprar ou alugar uma casa ou apartamento?

A casa própria é o sonho de muitas pessoas, mas é caro.  Se você é um locatário, e está se perguntando se é hora de comprar uma casa, há muito a considerar
 (Germano Luders/Exame)
(Germano Luders/Exame)
Por Panorama EconômicoPublicado em 10/01/2022 15:15 | Última atualização em 10/01/2022 15:16Tempo de Leitura: 8 min de leitura

A casa própria é o sonho de muitas pessoas, mas é caro.  Se você é um locatário, e está se perguntando se é hora de comprar uma casa, há muito a considerar. Nem sempre será uma decisão fácil. Selecionamos alguns fatores a serem considerados, abaixo.

  1. Situação financeira

O primeiro passo para decidir entre comprar uma casa ou continuar alugando é dar uma olhada na sua situação financeira. Comprar uma casa é um grande compromisso financeiro. Você não deve apenas sentir-se financeiramente preparado, mas também seu credor precisa concordar (se você não possuir todo o valor da casa, é claro). Isso significa atender critérios significativos.

Provavelmente, você precisará fazer um financiamento para pagar o imóvel que está de olho. A maioria dos credores exigem um pagamento inicial de torno de 20%. Um adiantamento desse tamanho mostra aos credores que você está mais motivado em fazer o pagamento das parcelas.

Em última análise, você precisará decidir se é mais importante colocar menos dinheiro agora e entrar em uma casa mais rápido ou gastar tempo economizando um adiantamento, o que permitirá que você economize dinheiro no longo prazo. De qualquer forma, você deve ter o pagamento inicial. Seu pagamento não é a única economia que você precisa ter em mãos.

Além de estar no caminho certo com suas economias para a aposentadoria, você também deve ter dinheiro para emergências reservado. É perigoso colocar todo o seu dinheiro em um ativo ilíquido, como uma propriedade. Se você passar por uma emergência financeira, como perder o emprego ou um procedimento médico importante, poderá atrasar o pagamento do financiamento e perder sua casa. Os credores querem ver que, se o inesperado realmente acontecer, você será capaz de manter os pagamentos do empréstimo até que se recupere.

É uma boa ideia ter pelo menos de três a seis meses de despesas garantidas. No entanto, especialmente durante uma fase da economia frágil, você pode se sentir mais confortável com oito ou até 12 meses economizados, especialmente se você tiver uma família para sustentar ou uma renda que flutue (não seja totalmente fixa).

2. Custo de aluguel vs. compra em sua área

Ser financeiramente capaz de comprar uma casa é um ótimo começo, mas você também deve verificar se isso faz sentido do ponto de vista puramente matemático. Existem muitas razões emocionais para comprar uma casa, que certamente são válidas; mas, caso você queira saber se está tomando a melhor decisão financeira, é importante avaliar o custo do aluguel em comparação com a compra na sua vizinhança. Em alguns bairros, é um melhor investimento alugar ao invés de comprar, mas esse número muda se você decidir por residir na casa por muitos anos.

Quer saber mais sobre como fazer seu planejamento financeiro antes de tomar estas decisões? Acesse o link abaixo: https://bravacapital.com/produtos/gestora-consultora-financeira/planejamento-financeiro-pessoal-patrimonial/

3. Seu estilo de vida preferido

Pense onde você gostaria de estar daqui a cinco anos. Caso você não tenha certeza ou espera ser um nômade digital pulando de cidade em cidade, a casa própria, provavelmente, não é para você. Comprar uma casa requer um investimento inicial significativo e provavelmente isto afetará seu equilíbrio financeiro por cerca de cinco a sete anos.

Considere também o tipo de estilo de vida que você deseja em geral. Você gosta da ideia de passar os fins de semana nas casas de material de construção e em projetos de bricolagem pela casa? Ou você prefere ter um pagamento previsível do aluguel todo mês e deixar a manutenção para o seu locador?

A casa própria vem com muita manutenção e custos periódicos, além de seu financiamento, seguro e impostos sobre a propriedade. Na verdade, o proprietário médio gasta algo em torno de dois ou três aluguéis em manutenção, mais um aluguel em despesas de emergência por ano. Do lado positivo, é sua casa para projetar, ajardinar e manter como desejar.

4. Os riscos envolvidos

Finalmente, saiba que existem alguns riscos em possuir uma casa. Você deve pensar sobre isso com cuidado e decidir se alugar ou comprar faz mais sentido com base na sua tolerância ao risco.

Como locatário, sempre há uma chance de que seu locador rescinda seu contrato ou despeje você. Nesse caso, você precisa encontrar um novo apartamento, mas o máximo que você pode perder é um depósito ou a fiança. Por outro lado, caso você não consiga fazer os pagamentos do financiamento, poderá inadimplir o empréstimo e perder o imóvel para o banco. Isso é um dinheiro significativo e patrimônio futuro que você perde em um piscar de olhos. Além disso, uma marca depreciativa, como a execução do imóvel, pode prejudicar sua capacidade de conseguir crédito por alguns anos.

Também existe a chance de que o valor da sua casa não aumente tão rapidamente o quanto você esperava, ou pode até mesmo diminuir em situações de crise e recessão. Uma casa pode ser um ótimo investimento financeiro, mas nem sempre é. Você não deve comprar uma casa se seu plano é gerar toda a sua riqueza ou parte significativa dela a partir da casa.

Como você provavelmente já deve ter percebido, comprar uma casa é muito caro, mas você pode não perceber todos os custos envolvidos no negócio. Antes de tomar sua decisão sobre comprar ou alugar entenda quais são todos os custos envolvidos, como por exemplo: transferência do imóvel, taxas cartoriais, seguros, manutenção, impostos etc.

Claramente, há muito a considerar ao tomar a decisão de alugar ou comprar. Caso você ainda tenha dificuldade para pesar os prós e contras, aqui estão os principais pontos a serem considerados.

Prós de comprar uma casa:

  • O valor da sua casa pode aumentar com o tempo;
  • Seus pagamentos vão para a construção de patrimônio;
  • Você pode personalizar sua sala da maneira que quiser;
  • É um arranjo de vida mais permanente.

Contras de comprar uma casa:

  • Se sua situação financeira mudar, você pode perder sua casa;
  • As oscilações na economia podem fazer com que sua casa perca valor;
  • Você é responsável por arcar com toda a manutenção;
  • Existem custos adicionais de propriedade, como seguro residencial, manutenção, impostos sobre a propriedade etc;
  • Você fica preso por vários anos a uma dívida, a menos que esteja disposto a perder dinheiro.

Prós do aluguel:

  • Os custos mensais da habitação são fixos e previsíveis;
  • É mais fácil mudar quando você quiser;
  • Existem alguns benefícios fiscais;
  • Você não precisa gastar dinheiro com despesas associadas a possuir um imóvel;
  • Você não precisa economizar muito dinheiro para um pagamento inicial e despesas associadas a aquisição de imóvel que são altas também;
  • As suas economias podem ser usadas para outros objetivos, como investir em algo que rende mais do que a casa ou pagar dívidas.

Contras do aluguel:

  • O dinheiro do aluguel não cria patrimônio para você;
  • Você tem controle limitado sobre a aparência da propriedade;
  • O aluguel pode aumentar no futuro;
  • O proprietário pode vender o imóvel ou decidir parar de alugar para você;
  • Há menos sensação de estabilidade ou permanência.

Situações em que você deve comprar:

  • Você está em uma situação financeira sólida;
  • Você quer construir patrimônio ao longo do tempo;
  • Você prefere personalizar totalmente o seu espaço de vida;
  • Você planeja ficar por vários anos;
  • Você valoriza a segurança e a estabilidade.

Situações em que você deve alugar:

  • Você prefere não cuidar da manutenção da casa;
  • Você gosta de ter custos de vida fixos;
  • Você não tem um pagamento inicial;
  • Seu crédito precisa ser trabalhado;
  • Você quer liberdade para se mover.

Afinal, então, é melhor alugar ou comprar?

Quando se trata de comprar versus alugar, não há realmente uma melhor resposta. A decisão é muito pessoal e baseada em dezenas de fatores.

Em última análise, você terá que pensar sobre quais são seus objetivos - não apenas sobre onde você mora, mas todo o seu quadro financeiro. A casa própria pode dar uma grande sensação de controle e segurança, mas é necessário um grande investimento financeiro que pode não ser a melhor escolha para você no longo prazo.

Alugar pode parecer “jogar dinheiro fora”, mas se você valoriza a flexibilidade, a vida com pouca manutenção e a capacidade de gastar seu dinheiro em outras coisas, como investir ou viajar, pode ser a melhor escolha para você. Mais uma vez, depende de você calcular os números e considerar seu estilo de vida ideal.

Ainda ficou na dúvida? Saiba mais sobre como fazer seu planejamento financeiro e investir para tomar a melhor decisão acerca de comprar ou alugar. Entre em contato conosco: https://bravacapital.com/produtos/gestora-consultora-financeira/planejamento-financeiro-pessoal-patrimonial/

Biografia do autor:

Jair Lemes, CFA, É Diretor de Gestão e CEO da Brava Capital, apresentador do quadro Capital Inteligente no programa Inova 360 da Record News, Colunista no portal R7, e Professor de Finanças na CFA Society Brasil. Jair é administrador com MBA pela FIA / USP e Mestrado Profissionalizante em Gestão e Economia pela (ESA) IAE Université Pierre Mendès da França. Iniciou sua carreira em seguros na empresa espanhola Mapfre. Trabalhou em países como Japão e Reino Unido no setor de telecomunicações e tecnologia. Trabalhou no Citibank nas áreas Operacional e de Produtos enquanto ao mesmo tempo lecionava em universidade.