A importância de controlar as suas emoções na hora de investir

Você pode escolher o melhor produto do mundo para investir, mas se não souber controlar as suas emoções você sairá perdendo deste jogo
 (FediushkinaElena/Getty Images)
(FediushkinaElena/Getty Images)
Por Panorama EconômicoPublicado em 18/04/2022 08:00 | Última atualização em 17/04/2022 21:35Tempo de Leitura: 3 min de leitura

Por Karina Scola Pescada

A busca por conhecimento para investir melhor é extremamente importante na hora de uma tomada de decisão financeira, e dará ao investidor mais confiança e credibilidade ao escolher o produto oi serviço mais adequado. Porém, o que torna esse jogo difícil são os momentos de crise. É exatamente nesses momentos que as emoções tomam conta, fazendo com que o investidor tome decisões equivocadas em sua carteira de investimentos.

Um exemplo prático e muito recente disso foi a pandemia da Covid -19. Se você investe na bolsa de valores desde lá, irá lembrar que tivemos uma queda de 30% nos ativos de renda variável em março de 2020, início da pandemia. Geralmente, nesses momentos certos sentimentos, como medo e ansiedade, estão muito presentes, e a primeira atitude do investidor é vender as suas posições em ações repentinamente, realizando perdas consideráveis na sua carteira de investimentos.

Um dado muito importante é que, nesse período, se você tem em sua carteira boas empresas, o valor que recebeu em dividendos foi o maior dos últimos anos. Segundo Werner Roger, no livro A trigonometria dos Investimentos, “estudos demonstram que no mundo, em média, num período de 20 anos, dois terços dos ganhos de investimentos em ações derivam dos dividendos e não da apreciação ou valorização delas”.

Outro motivo pelo qual o investidor deixa de conseguir bons retornos com seus investimentos é o imediatismo. Eu considero a falta de paciência com os investimentos uma pedra sempre existente no caminho do investidor. Muitos acreditam que, ao começar a investir seu dinheiro, o rendimento mensal será imediato ou o retorno virá no curto prazo.

Ledo engano. Investir demanda não apenas um investimento inicial, mas também constância nos aportes e apreciação ao longo prazo.

Manter a calma e seguir uma estratégia são ferramentas poderosas na hora de investir o seu dinheiro

E a melhor estratégia para investir o seu dinheiro é aquela que você é capaz de seguir. Para ter um melhor controle emocional você deve, inicialmente, conhecer o que mais combina com o seu perfil de risco. Se você optar por ativos de risco sem ter esse perfil, certamente não conseguirá entender as oscilações do mercado e as emoções virão à tona no pior momento.

Saia do piloto automático

Faça uma autoanálise do seu perfil de risco e dos seus objetivos de vida. Lembre-se que um bom investidor em renda variável deve entender que no longo prazo o mercado é ascendente, mas o caminho é extremamente volátil. Por esse motivo você deve investir sempre, mas sem pressa e sem pausas. Assim, torna-se possível consegue enxergar oportunidades em momentos de oscilações negativas e se beneficiar dos melhores retornos ao passar dos anos.

*Karina Scola Pescada fez uma transição de carreira para o mercado financeiro há 4 anos. Hoje, atua como consultora de valores mobiliários na Foquemos Investimentos, uma consultoria em gestão de patrimônio voltada aos aeronautas, fundada pelo seu marido Adriano Pescada em 2013. Karina é CFP® – Certified Financial Planner, graduada em Comércio Exterior, e possui MBA em Administração e Negócios Internacionais. Formada como Planejadora Financeira na Academia de Planejamento Financeiro (GFAI), com especialização em Financial Planning na Universidade de Sidney (Austrália).