Tirar dinheiro, fazer caixa, reinvestir? Que faço quando negócio dá lucro?

Se nós, empreendedores, vivemos em um mundo incerto, que tal preparar nosso barquinho para pescar na próxima tormenta em vez de sermos engolidos por ela?
 (Germano Lüders/Exame)
(Germano Lüders/Exame)
N
Nathália ArcuriPublicado em 12/11/2021 às 12:37.

Por Nathália Arcuri

Primeiro vamos combinar: você tem um problema bom.

 Segundo: A sua preocupação é muito justificável.

 Segundo dados da PNAD de 2021, o Brasil perdeu quase seiscentas mil  empresas durante a crise provocada pela explosão do Coronavírus. Pra você ter uma ideia, até o segundo trimestre de 2019 éramos 4,36 milhões de geradores de empregos. Dois anos depois, somos pouco mais de 3,78 milhões.

 Isso quer dizer que eu e você somos mais do que empreendedores, somos sobreviventes e é mais do que necessário refletir sobre o que fazer com o lucro da sua empresa.

 Antes de mais nada, lembre-se: você está no Brasil. Isso significa que nada está tão ruim que não possa piorar, o que, dependendo de como você se preparou, pode ser algo  positivo.

 O que eu quero dizer é: Se nós, empreendedoras e empreendedores, vivemos em um mundo incerto, volátil e caótico, que tal preparar nosso barquinho para pescar na próxima tormenta em vez de sermos engolidos por ela?

 Ela vai vir, pode ter certeza. E é por isso que, como dona ou dono do seu negócio, você precisa estar de olho no caixa. Ter um bom caixa é indispensável para suportar tempestades, manter a operação e, quem sabe, aproveitar o caos nos outros barcos menos preparados para fazer boas aquisições ou investimentos.

 Quanto de caixa? No mínimo 6 meses da sua operação atual.

Passado esse valor, faça o que você e seus sócios acharem melhor, de acordo com a estratégia que vocês definiram.

 Reinvestir na empresa sem saber o porquê é desperdício. Por isso,  antes de pegar qualquer centavo de lucro de um período e colocar de volta na empresa, comprando equipamentos, criando produtos, etc… pergunte-se: Onde queremos chegar com esses investimentos? Vamos aumentar nosso número de clientes investindo em Marketing? Vamos reduzir nosso custo a médio prazo investindo em produtividade? Vamos expandir para novos públicos aumentando nossa gama de produtos? Vamos investir em tecnologia e melhorar nossa valuation? Ou vamos simplesmente nos pagar pelos longos anos de trabalho árduo e riscos assumidos?

 A escolha vai depender de uma boa dose de confiança e alinhamento entre as pessoas que tomam essa decisão.

 Eu sei que você já se fez essas perguntas algumas vezes e deve ter feito o exercício do Canvas ( se não fez, tem um vídeo no YouTube.com/mepoupenaweb ensinando a montar) mas eu fico impressionada com o número de pessoas que fazem esse tipo de exercício e deixam pendurado na parede, sem uso.

 Se você entrou neste artigo esperando uma resposta pronta, desculpe te desapontar. Quando você escolheu empreender, escolheu entrar no mar e cabe apenas a você decidir para onde seu barquinho vai navegar.