Thomas Dewey: protagonista de fake news na década de 1940

O instantâneo foi registrado durante a campanha de Dewey para a presidência da República daquele ano, ao final da qual foi derrotado por Harry Truman
 (NY/Getty Images)
(NY/Getty Images)
M
Money Report – Aluizio Falcão FilhoPublicado em 23/09/2022 às 10:43.

A foto acima, tirada em 1948, mostra o então governador de Nova York, Thomas Dewey, com um grupo chamado “Cavemen Club”, fundado para fazer propaganda turística de um conjunto de cavernas próximas à cidade de Grants Pass, no estado do Oregon.

O instantâneo foi registrado durante a campanha de Dewey para a presidência da República daquele ano, ao final da qual foi derrotado por Harry Truman. Meses mais tarde, uma reprodução tamanho família desta fotografia foi feita no centro de Leningrado (hoje, São Petersburgo), na antiga União Soviética.

Abaixo da imagem, os soviéticos escreveram a seguinte legenda: “Nos Estados Unidos, o poder da Igreja é sinônimo do poder em Wall Street. As massas oprimidas são obrigadas a sustentar os ricos sacerdotes e magnatas, ao mesmo tempo que vasculham as latas de lixo, atrás das igrejas, para encontrar o que comer.

O descontentamento com esse feudalismo religioso cresce nos EUA. Há pouco, um grupo de camponeses constituiu uma nova organização visando o retorno aos tempos anteriores à Igreja. Dizem eles que a volta à era pré-histórica é melhor que as condições atuais, daí a explicação sobre os adornos usados por estes americanos.

A foto mostra essa organização protestando contra a igreja cruel e corrupta mantida por Wall Street. Nela, vê-se o sr. Thomas Dewey, conhecido líder antirreligioso dos Estados Unidos e ex-candidato à presidência da República. Dewey foi derrotado pelos industriais de Wall Street”. Criado por pais episcopais, Dewey nunca foi um líder antirreligioso e começou sua carreira política como procurador do estado. Conseguiu infernizar a vida dos nazistas nova-iorquinos e colocar mafiosos na cadeia, como “Lucky” Luciano.

Um dos nomes mais importantes do Partido Republicano de sua era, foi responsável pela candidatura do general Dwight Eisenhower, que venceu o pleito de 1952. Os russos viram na foto uma oportunidade para criar uma narrativa para atingir o sonho americano e afirmar que os Estados Unidos eram uma nação pior que a URSS.

Esta iniciativa traz em suas raízes algo semelhante ao que se enxerga com as fake news atuais: pega-se um fato com elementos verdadeiros e cria-se uma história completamente diferente, sendo que o autor da mentira sabe que as postagens não são verídicas.

A ideia é divulgar uma narrativa falsificada para o maior número possível de pessoas. Por isso, Dewey – no mundo socialista – ganhou uma fama que em nada se aproxima da vida real. Durante seus tempos de procurador, ele proferiu uma frase que sobrevive até hoje, embora editada e mudada pelos cidadãos do século 21: “Minha decisão sobre esse assunto é tão certa como a morte e os assombrosos impostos cobrados pelo ‘New Deal’”.