O que significa bem-estar financeiro para os brasileiros?

Mesmo sendo um conceito subjetivo, é possível afirmar que o bem-estar financeiro envolve questões como liberdade, independência e tranquilidade
Uma pesquisa realizada pela consultoria McKinsey & Company com 7,5 consumidores, por exemplo, revelou que 79% deles consideram o bem-estar um fator importante e 42% acham que o tema é uma grande prioridade na vida. (Freepik/Divulgação)
Uma pesquisa realizada pela consultoria McKinsey & Company com 7,5 consumidores, por exemplo, revelou que 79% deles consideram o bem-estar um fator importante e 42% acham que o tema é uma grande prioridade na vida. (Freepik/Divulgação)
M
Meu AcertoPublicado em 17/02/2022 às 06:00.

Diversos estudos comprovam que a busca pelo bem-estar tem se tornado cada vez mais importante para os brasileiros. Uma pesquisa realizada pela consultoria McKinsey & Company com 7,5 consumidores, por exemplo, revelou que 79% deles consideram o bem-estar um fator importante e 42% acham que o tema é uma grande prioridade na vida.

Participe da CEO Conference - Grandes personalidades da política e economia reunidas para debater as transformações de 2022! 

E o bem-estar, claro, passa por muitos aspectos da vida — físico, mental, social e econômico. No artigo de hoje, queremos fazer um recorte desse conceito e promover uma reflexão sobre o bem-estar financeiro, mostrando como os brasileiros enxergam o equilíbrio das finanças e o que, exatamente, isso significa para as pessoas.

Você já parou para pensar o que é bem-estar financeiro para você? Vem com a gente que nós vamos tentar chegar juntos nessa resposta.

O que significa bem-estar financeiro?

Uma coisa é fato: o significado de bem-estar financeiro é subjetivo e vai variar de acordo com a realidade de cada um. Para um consumidor que está inadimplente, por exemplo, o bem-estar pode estar em conseguir quitar a pendência e ter o nome limpo de volta. Para outras pessoas, o bem-estar financeiro vai ser sinônimo de ter condições para comprar a casa própria, para fazer uma viagem internacional por ano ou de ter rendimentos relevantes a partir de investimentos.

Em uma pesquisa realizada pela Meu Acerto com 2,8 mil consumidores que já negociaram dívidas por meio da plataforma, termos como liberdade, independência, tranquilidade e organização aparecem como sinônimos de bem-estar financeiro. No geral, os consumidores entrevistados associam o conceito a estar com as contas em dia e a ter dinheiro para fazer o que gostam e acham importante, como viajar e oferecer um padrão de vida de qualidade para a família.

O estudo mostra, ainda, que os brasileiros estão cansados de trabalhar apenas para pagar contas. O maior sonho financeiro de 59% dos entrevistados é guardar dinheiro, assim como para 54% dos consumidores “não conseguir juntar dinheiro” é o maior problema financeiro que eles enfrentam — seguido por “receber menos do que gostaria”,  apontado por 43% dos entrevistados.

Outra coisa que chama bastante atenção na pesquisa realizada pela fintech é a associação que os consumidores fazem entre o bem-estar financeiro e a educação financeira. “Bem-estar financeiro significa ter consciência de gastar somente o necessário”, disse um dos entrevistados. Também foram usadas expressões como “buscar conhecimento para ter um retorno financeiro”, “planejamento” e “controle de gastos” para explicar o significado de bem-estar financeiro.

Os dados reforçam algo que a gente costuma falar bastante por aqui: educação é e sempre será a base de tudo e na vida financeira não seria diferente. Educação financeira é, portanto, o caminho para se alcançar o bem-estar financeiro.

O bem-estar aliado à educação financeira

A boa notícia é que os brasileiros parecem estar tomando consciência disso. Uma outra pesquisa, realizada pela Semrush, plataforma de gerenciamento de visibilidade online, apontou que as buscas pelos termos “liberdade financeira” e “bem estar financeiro” cresceram, respectivamente, 50% e 90% em 2021. O aumento também aconteceu para as palavras-chave “negociação de dívidas”, alcançando 86% de crescimento, e “educação financeira”, que teve 300% a mais de buscas em 2021, em comparação ao ano anterior.

Para Pedro Lima, economista e co-CEO da Meu Acerto, esse estudo parece demonstrar uma nova concepção da sociedade em relação à vida financeira. “Nos últimos meses tivemos recordes do número de inadimplentes no Brasil. E quando olhamos os números da pesquisa da Semrush conseguimos ver que cresceu também o interesse das pessoas por temas relacionados às finanças. Isso nos mostra que as pessoas estão buscando informações para não se endividarem ou para saírem da situação de endividamento que, como sempre faço questão de reforçar, é temporária”, comenta o executivo.

O aumento do interesse demonstra que os brasileiros estão no caminho certo para reconquistar seu bem-estar financeiro, mas, como os dados nos mostram, ainda há uma grande estrada pela frente. Na pesquisa realizada pela Meu Acerto, por exemplo, 46% dos entrevistados disseram não ter visão de planejamento futuro em relação à sua vida financeira e pensar, no máximo, em como se manter nos próximos meses. Ou seja, definir objetivos financeiros e se planejar para manter as finanças sob controle não é uma realidade para a maioria dos brasileiros.

Mas, qual é o impacto disso, afinal? A gente não tem dúvida. Olhar para a saúde das finanças e para o bem-estar financeiro torna-se ainda mais importante quando paramos para pensar na relação entre o equilíbrio da nossa vida financeira (ou a falta dele) e outras áreas da nossa vida.

Bem-estar financeiro e o equilíbrio em outras áreas

Já falamos por aqui sobre os impactos emocionais do endividamento e o que não faltam são estudos que comprovam os efeitos da nossa situação financeira na saúde do nosso corpo e da nossa mente. Angústia, estresse, vergonha, medo, culpa, tristeza. São muitos os sentimentos e sensações envolvidas nessa equação e, certamente, você já experimentou de perto essa relação.

Isso significa que buscar o bem-estar financeiro é sinônimo de buscar o equilíbrio também em outras áreas da nossa vida. Inclusive na social, viu? Mais de 60% dos entrevistados de uma pesquisa realizada pela Serasa, em parceria com a Opinion Box, afirmaram que tiveram seu relacionamento com familiares, amigos ou com parceiro impactado pelas dívidas.

Dito isso, a gente quer voltar a perguntar: o que é bem-estar financeiro para você? Para nós, bem-estar financeiro tem a ver com celebrar cada uma das pequenas conquistas que envolvem a nossa relação com o dinheiro. Tem a ver com olhar para o dinheiro como uma solução e não como um problema. Tem a ver com acreditar que sempre dá pra ter uma vida financeira mais saudável, por mais que agora a situação esteja muito difícil. A gente acredita que bem-estar financeiro é sinônimo de se empoderar para estar sempre pronto a tomar as melhores decisões no que diz respeito às nossas finanças.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia.