• AALR3 R$ 20,10 -0.99
  • AAPL34 R$ 68,31 1.41
  • ABCB4 R$ 16,64 -0.06
  • ABEV3 R$ 14,05 -0.57
  • AERI3 R$ 3,60 -0.28
  • AESB3 R$ 10,77 1.41
  • AGRO3 R$ 31,05 -0.19
  • ALPA4 R$ 20,82 -0.05
  • ALSO3 R$ 19,22 1.10
  • ALUP11 R$ 27,33 0.07
  • AMAR3 R$ 2,48 3.33
  • AMBP3 R$ 30,23 -0.23
  • AMER3 R$ 22,09 -3.45
  • AMZO34 R$ 66,08 3.62
  • ANIM3 R$ 5,53 3.17
  • ARZZ3 R$ 78,89 -1.14
  • ASAI3 R$ 15,92 0.13
  • AZUL4 R$ 20,25 -2.13
  • B3SA3 R$ 11,76 -2.16
  • BBAS3 R$ 36,94 -2.28
  • AALR3 R$ 20,10 -0.99
  • AAPL34 R$ 68,31 1.41
  • ABCB4 R$ 16,64 -0.06
  • ABEV3 R$ 14,05 -0.57
  • AERI3 R$ 3,60 -0.28
  • AESB3 R$ 10,77 1.41
  • AGRO3 R$ 31,05 -0.19
  • ALPA4 R$ 20,82 -0.05
  • ALSO3 R$ 19,22 1.10
  • ALUP11 R$ 27,33 0.07
  • AMAR3 R$ 2,48 3.33
  • AMBP3 R$ 30,23 -0.23
  • AMER3 R$ 22,09 -3.45
  • AMZO34 R$ 66,08 3.62
  • ANIM3 R$ 5,53 3.17
  • ARZZ3 R$ 78,89 -1.14
  • ASAI3 R$ 15,92 0.13
  • AZUL4 R$ 20,25 -2.13
  • B3SA3 R$ 11,76 -2.16
  • BBAS3 R$ 36,94 -2.28
Abra sua conta no BTG

Dez motivos para ser contra as cotas raciais

Cotas raciais tendem a dividir negativamente as sociedades onde são implantadas, gerando ódio racial e ressentimento
Por Instituto MilleniumPublicado em 31/07/2009 19:59 | Última atualização em 07/05/2018 12:51Tempo de Leitura: 3 min de leitura

Texto do Sociólogo Bernardo Lewgoy

1. Cotas raciais sempre dividem negativamente as sociedades onde são implantadas, gerando o ódio racial e o ressentimento das pessoas que não entraram na Universidade, apesar de terem obtido nota maior ou igual do que os cotistas nas provas de vestibular.

2. Cotas raciais criam um terrível precedente ao admitir a discriminação racial para atingir objetivos políticos, gerando nas pessoas a sensação de que não serão mais julgadas pelo que são ou fazem, mas pela cor de sua pele ou origem étnica.

3. Cotas raciais foram importadas para esconder o real problema da baixa qualidade do ensino básico e dar poder dentro da Universidade a políticos que não têm nenhum compromisso com a qualidade do ensino e da pesquisa.

4. Cotas raciais corrompem as Universidades onde são aplicadas, aniquilando o valor do mérito acadêmico e criando pressões sem fim para discriminar as pessoas por sua “raça” em todos os níveis de ensino, do fundamental à universidade.

5. Cotas raciais levam a hipocrisia para dentro da sala de aula, pois estimulam o relaxamento nos padrões de avaliação, por parte de professores temerários de serem taxados de racistas, caso reprovem ou dêem notas baixas a alunos cotistas ou oriundos de minorias étnicas.

6. Cotas raciais sempre enfrentam o problema de como saber quem pertence ou não de alguém a um grupo racial Pelo sangue? Pela cor da pele? Como o Brasil é um país miscigenado, odiosos tribunais raciais acabam decidindo se alguém pertence ou não a uma “raça” e ocasionam tremendas injustiças, como mostrou o caso dos gêmeos da UnB.

7. Cotas raciais desestimulam não só o mérito acadêmico mas encorajam a separação do povo em grupos raciais rivais, destruindo possibilidades de real convívio humano entre pessoas diferentes. Você sabia que muitas pessoas contrárias às cotas raciais são filhas de pais de cores diferentes? Qual será o clima que essa proposta vai gerar num país em que a miscigenação está dentro dos lares?

8. Cotas raciais geram preconceito contra pessoas decentes de todas as origens, que gostariam de ser julgadas pelo seu mérito e não pela cor da sua pele. Elas incentivam um clima sem fim de suspeitas de que o aluno negro – cotista ou não – não é competente nem como estudante e nem o será como futuro profissional. Você faria uma cirurgia com um médico cotista?

9. Cotas raciais entraram no Brasil pela porta dos fundos, num momento em que todas as pesquisas dos órgãos oficiais mostravam que seus supostos beneficiários, negros e pardos, vinham melhorando sua situação social e inserção na Universidade Pública.

10. Cotas raciais recuperam a idéia, refutada por toda a ciência moderna, de que a humanidade se divide em “raças”, oficializando aquilo que se quer combater.