4 passos para implementar uma universidade corporativa em sua empresa

Se antes eram as empresas que buscavam colaboradores atualizados, hoje são os profissionais que querem espaço e meios para o desenvolvimento de carreira
Aluna de universidade corporativa: o modelo online tem sido cada vez mais adotado por empresas para o desenvolvimento e treinamento dos colaboradores (damircudic/Getty Images)
Aluna de universidade corporativa: o modelo online tem sido cada vez mais adotado por empresas para o desenvolvimento e treinamento dos colaboradores (damircudic/Getty Images)
E
Educação Corporativa 3.0

14 de julho de 2022, 17h02

Por Henrique Prado

Quantas vezes você já ouviu falar que, como profissional, é necessário se atualizar, estudar, se especializar e acompanhar as tendências da sua área - e de fora dela? Muitas, certo? Praticamente o tempo todo ouvimos e internalizamos que é preciso evoluir ou ficaremos para trás nos processos seletivos. Mas, e se os colaboradores começarem a deixar as empresas para trás porque elas não se atualizaram? É o que pode acontecer caso as empresas não adotem um sistema de ensino corporativo.

Eu sou o Henrique Prado, head of Sales & Operations da EXAME, autor do blog Educação Corporativa 3.0, e hoje vou te explicar como as empresas podem implementar um ensino corporativo e para desenvolver seus funcionários, não perder talentos e aumentar a produtividade. Vamos lá? 

Com a revolução do mercado de trabalho e a democratização da educação com a internet, os colaboradores estão cada vez mais exigentes em relação ao que as empresas oferecem para o seu crescimento profissional. Se antes eram as empresas que buscavam funcionários atualizados e atentos às tendências, hoje é o contrário. Os profissionais querem empresas que oferecem espaço e meios para o desenvolvimento de carreira. 

É por isso que o ensino corporativo tem sido cada vez mais valorizado por candidatos que buscam emprego ou pensam em mudar de carreira. O chamado Treinamento e Desenvolvimento (T&D) existe há muito tempo, mas, assim como o mercado de trabalho, mudou com o passar do tempo e, principalmente, com a democratização do conhecimento. 

A pandemia fez com que novos hábitos de aprendizado ganhassem força, como o ensino online e EAD. Essa tendência chegou também às empresas. Antes, as instituições preparavam treinamentos presenciais ou organizavam cursos e eventos físicos para os colaboradores. Hoje, os funcionários se adaptaram à aplicação online do T&D, com cursos, palestras e eventos ocorrendo de forma digital. O modelo de streaming também é valorizado, pelo qual o funcionário pode escolher melhores horários e local para o estudo. 

É nesse cenário que as universidades corporativas ganharam força nos últimos 2 anos. Trata-se de uma ferramenta de desenvolvimento dos colaboradores adotada pelas empresas. É o órgão responsável por criar e reproduzir conhecimento nas organizações e seu objetivo é promover o desenvolvimento de hard e soft skills nos profissionais. Na prática, a empresa aplica uma série de treinamentos para desenvolver habilidades técnicas e comportamentais dos colaboradores.

Mas como implementar uma universidade corporativa na sua empresa?

Essa dúvida é comum e existem algumas etapas a serem cumpridas para atingir o objetivo. A seguir, confira 4 passos para construir uma universidade corporativa na sua empresa:

1. Planejamento 

Como tudo na vida, o primeiro passo para implementar uma universidade corporativa é o planejamento. Nessa etapa, é importante definir quem será responsável pelo projeto (geralmente é o time de T&D ou relacionado). Orçamento, cronograma e aprovação dos líderes é fundamental nesta etapa inicial. Depois, é essencial entender as principais necessidades da empresa de acordo com o objetivo e também os desafios do negócio. Esta área deve ser estratégica, analítica e trabalhar para identificar os pontos fortes dos colaboradores, assim como os pontos a desenvolver. 

2. Objetivos e metodologia

Apesar de eu explicar a importância da universidade corporativa e como ela tem se instalado como uma tendência nos negócios, é preciso entender que só faz sentido você implementá-la na sua empresa se isso convergir para os seus objetivos. Portanto, o segundo passo é definir qual é o objetivo da universidade corporativa e qual será a metodologia usada. Para isso, é preciso mapear a cultura da organização, a realidade da empresa e o levantamento do que é importante e interessante para a instituição desenvolver em seus funcionários. 

2. Buscar parceiros

Na maioria das vezes, é mais fácil e econômico para a empresa buscar parceiros especializados que já possuam treinamentos e conteúdos estruturados para colaboradores do que montar uma universidade corporativa do zero internamente. Ou seja, depois de definir os objetivos e o modelo, pode ser interessante buscar empresas que ofereçam planos de ensino corporativo. É o caso da EXAME Academy para Empresas, uma plataforma de educação digital com uma curadoria de conhecimento indispensável e essencial para treinar o profissional do futuro na sua empresa. 

Na EXAME Academy para Empresas, o colaborador consegue criar a sua própria jornada de desenvolvimento a partir do que é importante para a sua realidade, além de ter acesso a dinâmicas exclusivas com especialistas. Para conhecer melhor o programa para empresas da EXAME Academy, clique aqui e saiba mais.

4. Monitorar resultados

Por fim, depois da implementação é hora de acompanhar os resultados e entender se a estratégia está funcionando ou se precisa de ajustes. É nessa etapa que devem ser avaliadas coisas como a economia com contratação de pessoas, o aumento da produtividade e da entrega dos funcionários a partir das novas habilidades adquiridas. Pontos que deve ser observados são o retorno sobre investimento, o desenvolvimento dos profissionais e a satisfação deles com o ambiente interno. Também é importante se atentar à necessidade de adaptação do conteúdo, que deve estar sempre alinhado aos objetivos da empresa. 

Conheça as ferramentas da EXAME Academy para desenvolver e qualificar seus funcionários. Clique aqui e saiba mais.

Veja Também: