Penalty desenvolve primeiro tênis nacional de futsal com tecido ecológico

Com produto confeccionado com tecido a partir da reciclagem de garrafas PET, a Penalty espera um crescimento acima de 20% nas vendas de calçados do segmento
 (Penalty/Divulgação)
(Penalty/Divulgação)
E
Esporte Executivo

Publicado em 20/07/2021 às 07:05.

Última atualização em 20/07/2021 às 10:15.

Depois de lançar a S11 Ecoknit, primeira bola de futebol certificada pela FIFA feita com tecido ecológico, a marca expande a tecnologia para a categoria de calçados. O Max 1000 Ecoknit será o primeiro calçado nacional de futsal feito com tecido obtido a partir da reciclagem de garrafas PET. Além de sustentabilidade, a tecnologia Ecoknit aplicada ao calçado garante conforto, respirabilidade e ventilação aos pés.

Além do tecido ecológico que marca o modelo Max 1000 Ecoknit, o calçado recebe outras duas tecnologias inéditas desenvolvidas pela Penalty: Stabilizer e Molix 360. A primeira tem como foco garantir estabilidade nos movimentos laterais e firmeza na pisada. Já a tecnologia Molix 360 é uma releitura da técnica utilizada nos primeiros calçados da Linha Max. A inovação é aplicada na área de chute: em formato de prismas no cabedal e com caneletas em baixo relevo na sola. O resultado buscado pela marca é um calçado que garante controle e domínio de bola durante o jogo, com maior eficiência na região do chute e extra maciez.

O lançamento e as vendas geram euforia na marca e as falas de Paulo Gaspar, gerente executivo de vendas e trade marketing da Penalty, corroboram isso: “A bola S11 Ecoknit foi nosso primeiro produto ecológico e foi um sucesso. O calçado Max 1000 Ecoknit trilha o mesmo caminho. Abrimos as vendas para lojistas e já recebemos três vezes mais pedidos de acordo com o histórico da categoria. Estamos muito otimistas! É um calçado que supera tudo o que há no mercado em termos de performance, além do fator sustentabilidade”. Para Nilton Franco, Gerente Executivo de Produtos da Penalty, “faltava no mercado um calçado com a planta larga, com EVA que desse o conforto e o amortecimento que o atleta precisa no futsal, e que possibilitasse o controle de bolas e a realização de dribles curtos e rápidos com segurança”.

A ideia de criar uma bola ecológica (que inseriu a marca nesse propósito) surgiu de uma demanda da FIFA que sugeria aos principais fabricantes do mundo a criação de produtos esportivos com materiais reciclados. A Penalty foi a primeira marca a tocar o projeto de uma bola ecológica e em menos de seis meses nasceu a S11 Ecoknit. Com o lançamento do novo calçado, a Penalty espera um crescimento acima de 20% nas vendas de calçados do segmento performance. Vale lembrar que os produtos para a modalidade futsal representam cerca de 45% das vendas de calçados da Penalty e a categoria “calçados” é responsável por 1/4 do faturamento da companhia, ficando atrás apenas de bolas.

Para o lançamento, a Penalty aposta no mote Futsal levado a sério, que estará presente em todas as peças de comunicação do produto, tanto no ambiente digital como nos PDVs. A campanha reforça o comprometimento da marca com a modalidade. A marca prevê um robusto calendário de ativações do lançamento, incluindo ações no Mundial de Futsal, que ocorre em setembro na Lituânia. O modelo também estará nos pés dos influenciadores da marca e dos mais de 20 atletas patrocinados, entre eles a sete vezes melhor do mundo Amandinha e o goleiro Guitta. E além de ativar o lançamento por meio das federações parcerias, a Penalty irá estender suas ações de patrocínio a competições regionais voltadas para atletas amadores.

“Queremos que a marca esteja em todo os jogos, não importa sé é campeonato profissional ou torneio de fim de semana. Sabemos que quem pisa na quadra quer dar o melhor. É o seu jogo levado a sério”, afirma Bernardo Caixeta, Gerente de Marketing e Relações Esportivas da Penalty. A campanha também irá incluir vídeos em ambiente escolar, em quadras de comunidades e uma abordagem mais técnica sobre a matéria-prima ecológica a partir da retomada do projeto Universidade Penalty, voltado para vendedores e lojistas.

(Penalty/Divulgação)