Em primeira campanha no Brasil, Free Fire quer mostrar que "O Jogo Virou"

Primeira campanha de marca mostra como Free Fire reverbera pelo Brasil
 (FreeFire/Divulgação)
(FreeFire/Divulgação)
E
Esporte ExecutivoPublicado em 18/10/2021 às 10:30.

Com o tema "O Jogo Virou", a Garena estreia sua primeira grande campanha de marca no Brasil para o Free Fire, battle royale de celular com mais de 150 milhões de jogadores ativos diariamente no mundo, segundo dados de Agosto de 2021. O projeto ganhará vida nos mais variados formatos (TV, online, OOH social), em todo o território nacional e ativações nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro.

Disponível nos mais diversos cenários, como pontos de ônibus, shoppings, estações de metrô e muito mais, o "Jogo Virou" contará com alguns easter eggs espalhados durante a campanha que poderão ser resgatados direto no game. "Hoje, o Free Fire faz parte da vida de muitos jogadores pelo mundo. Com histórias de atletas profissionais no cenário competitivo ou até mesmo em campeonatos idealizados para nossa comunidade, Free Fire deixou de ser um joguinho e virou um estilo de vida", diz Fernando Mazza, Head de Operações da Garena Brasil.

Como peça principal, o filme do "O Jogo Virou" mostra como Free Fire reverbera pelo Brasil inteiro, fazendo referências ao jogo em cada cena. São mais de 20 easter eggs - sejam nos figurinos inspirados em skins do jogo, na presença de influencers e pro-players, códigos escondidos, personagens do jogo, e muito mais. Assista aqui:

A criação é da AKQA, produção da Stink Films e direção dos Youth. O vídeo oficial da campanha teve sua estreia no último domingo (17), em rede nacional de TV. A produção de áudio é da Evil Twin, com trilha do Tropkillaz e participação de artistas e elementos da música brasileira de diferentes partes do país. Em Novembro, a campanha ganhará um segundo momento com uma experiência que vai surpreender fãs do jogo em todo o Brasil. Mais novidades e ativações da campanha "O Jogo Virou" serão revelados em breve.

Parceria entre Garena e AKQA

Unindo a expertise da Garena à da AKQA, a campanha ganhou novos horizontes e teve como inspiração a democratização do acesso às pessoas que querem jogar Free Fire, game hoje compatível com uma ampla quantidade de aparelhos de celular. Além dos jogadores, que enxergam a atividade como um novo estilo de vida e possível futuro profissional, o público também é composto por espectadores, que acompanham as partidas e se engajam em torneios e campeonatos como principal forma de entretenimento. "Para nós, é muito importante conectar a cultura pop com projetos de impacto, entretenimento digital e oferecer as melhores experiências para o maior público possível. Com isso,  podemos manter a nossa marca genuína, inovadora e inclusiva para a comunidade de Free Fire no Brasil e no mundo", comenta Fernando Mazza.

Nos esports, o Free Fire possui sua própria competição oficial, a Liga Brasileira de Free Fire (LBFF), a competição de esports mais popular no Brasil, de acordo com a Pesquisa Game Brasil 2021 (PGB 2021). O torneio oficial da Garena é líder na categoria entre os torneios mais acompanhados, presencial ou digitalmente, para 35% dos entrevistados.  A final da LBFF 4, realizada em março, registrou 1,14 milhão de espectadores simultâneos, somando números do YouTube, Loading e BOOYAH!, plataforma de streaming da Garena. Além da LBFF, o Free Fire também organiza eventos para a comunidade, como o Taça das Favelas Free Fire 2020, e o Camplota, torneio feminino promovido pela BOOYAH!, entre outros.  Em 2020, o battle royale da Garena foi o 3º jogo mais visto no YouTube, ultrapassando 100 bilhões de visualizações totais.

"O Free Fire conquistou relevância cultural em um público diverso e hoje lidera um novo movimento que ultrapassou o segmento de games. O Free Fire é um espelho da Geração Z que está criando um novo mundo, uma nova realidade", diz Luiza Baffa, Managing Director da AKQA SP. O estúdio brasileiro está entre os 10 mais premiados nos principais festivais de criatividade e inovação do mundo com projetos para artistas como Usher, Lady Gaga, Elton John, Baiana System, Criolo e Djonga e marcas como Netflix, Nike e Google. "Estamos nos unindo para criar os mais diferentes formatos de conteúdos compartilháveis e experiências imersivas para essa comunidade, tendo como output criativo o pulso da cultura pop, que é o nosso DNA", conclui Luiza.

No Brasil, o Free Fire é preferido entre os fãs de esports (PGB 2021). No primeiro semestre de 2021, o jogo teve o maior número de interações nas redes sociais do país, respondendo sozinho por 65% do total de ações em publicações das dez marcas de games mais relevantes no Facebook, no Instagram e no Twitter (pesquisa Comscore). O sucesso do jogo fez com que surgissem parcerias com grandes marcas não endêmicas, como Santander, Burger King e, mais recentemente, com a Seleção Brasileira de Futebol.

A popularidade do game também foi impulsionada por campanhas especiais da Garena que levaram novas experiências ao jogo por meio de parcerias com grandes nomes como os DJS KSHMR, Alok, o Chrono, personagem do atleta Cristiano Ronaldo e o seriado La Casa de Papel. Neste ano, campanhas crossover com produções como One-Punch Man, Attack on Titan, Street Fighter V e até mesmo com a Seleção Brasileira de futebol chegaram com eventos temáticos aos jogadores.