Num 2021 desafiador, agência Dionísio.ag cresce 70% e fatura R$ 2,6 mi

Agência especializada no mercado de arte investida por nomes como Caio Castro, Caito Maia e Carol Paiffer expandiu negócios para o espaço digital em 2021
Intervenção urbana com a curadoria da Dionisio.ag na região central de São Paulo: Em 2021, ela apresentou crescimento de aproximadamente de 70%, fechando o exercício com faturamento superior a R$ 2,6 milhões (Divulgação/Divulgação)
Intervenção urbana com a curadoria da Dionisio.ag na região central de São Paulo: Em 2021, ela apresentou crescimento de aproximadamente de 70%, fechando o exercício com faturamento superior a R$ 2,6 milhões (Divulgação/Divulgação)
P
Pontapé EmpreendedorPublicado em 23/12/2021 às 12:56.

A pandemia acelerou o amadurecimento do mercado de arte brasileiro no que diz respeito à transição digital e ao universo de NFT (tokens não-fungíveis, na tradução), principalmente por que os artistas tiveram que se adaptar ao novo cenário e driblar a crise no setor. Um exemplo de empresa que vem se reinventando é a Dionisio.Ag, agência full service especializada em arte que nasceu para unir empresas a artistas. Em 2021, ela apresentou crescimento de aproximadamente de 70%, fechando o exercício com faturamento superior a R$ 2,6 milhões.

Aprenda a empreender com a shark Carol Paiffer no curso Do Zero Ao Negócio. Garanta sua vaga!

Em agosto deste ano, a agência, que conta com o ator Caio Castro, Caito Maia (fundador da Chilli Beans) e Carol Paiffer (da Atom S/A) no quadro de sócios, expandiu sua atuação no mercado artístico brasileiro e criou a Dionisio Store, um e-commerce voltado para colecionadores e amantes da arte que procuram obras exclusivas. A primeira comercializada foi um print em fine art, produzido pelo artista plástico Pardal. A segunda, uma intimista feita pela artista plástica Clara Leffe e a terceira, vai ser lançada na segunda metade de dezembro e será assinada pelo artista Elvis Mourão.

Para Victor Barros, a arte foi fundamental no processo de comunicação das marcas nos períodos mais críticos da pandemia, principalmente no universo digital. “A arte foi uma ferramenta extremamente importante para a comunicação como um todo durante a pandemia. No nosso mercado, sentimos que houve um crescimento em termos de demanda por parte dos clientes que já estão aqui na casa e, também, de novos clientes", afirma o responsável pelos novos negócios da agência.

Em 2021, destacam-se alguns projetos, como o zeppelin feito em parceria com a agência Wieden + Kennedy para a Riot Games, com o objetivo de divulgar a segunda temporada da série “Arcane”, da Netflix. A ação com a artista Crica Monteiro e a SEDA, marca da Unilever, para o reality show ‘A Fazenda’, da Record TV, feita em parceria com a agência Energy BBDO. E outros dois murais, no Rio de Janeiro, para a Amazon, um para a Prime Video e outro para a Amazon Music, ambos graffitis em formato de mídia OOH (out of home).
“As perspectivas para o próximo ano são as melhores possíveis. Se tudo correr bem, as coisas voltarão ao ‘normal’ e os eventos e ativações também terão um retorno meteórico, o que é uma oportunidade excelente para trabalharmos com experiências e entretenimento com os clientes", afirma Jean Paschalis, responsável pelo atendimento da agência.

Para 2022, uma das grandes novidades é a inauguração oficial da Dionisio House, um espaço físico localizado na Vila Madalena, em São Paulo, próximo ao Beco do Batman. A casa contará com uma área para exposições, eventos, experiências e um rooftop exclusivo, que funcionará como bar.

A receita da empresa advém de projetos voltados para street art, que representam cerca de 30% do faturamento da Dionisio.Ag — o restante vem das outras frentes, como prestação de serviços para agências, ilustrações, produções de vídeos, intervenções, eventos, lives, exposições e campanhas publicitárias.

“Este ano foi desafiador devido às incertezas causadas pela pandemia, o que só torna o resultado obtido ainda mais satisfatório. Para o ano que vem, pretendemos crescer nossas linhas de negócio, expandindo o e-commerce, com a Dionisio House, um sonho que se tornará realidade, entrando no setor de NFTs e com projetos especiais que vão ampliar ainda mais nossa atuação no mercado da arte corporativa”, afirma Rafael Araujo, responsável pela parte de produção dos projetos.

Sobre a Dionísio

Fundada em novembro de 2017 pelos publicitários Victor Barros, Rafael Araujo e Jean Paschalis, o projeto começou em 2014 em formato de blog, sendo um hobby comum entre os três empresários, que gostavam de escrever sobre artes visuais, graffiti e cultura urbana em geral.

A Dionisio. Ag nasceu para unir empresas, pessoas e artistas, oferecendo um trabalho full service, no qual é responsável pela curadoria, produção artística, produção cultural, execução e entrega dos projetos.

Atualmente, a agência atende diversos clientes dos mais variados segmentos, como Disney, Azul Linhas Aéreas, Tintas Coral, Netflix, TikTok, Unilever, ESPN, Hering, BIC, Hospital das Clínicas, Amazon, Disney, Privalia, Volvo, GM, Veloe, Prefeitura de SP, entre muitas outras empresas.

Com um time de mais de 150 artistas espalhados pelo mundo todo, os projetos da Dionisio.Ag vão desde murais, esculturas, pinturas em telas, animações e 3D, lambe lambe, motion, ilustrações, fotografia, design, projeções mapeadas, produções de vídeos, exposições, hologramas, realidade aumentada e diversos outros formatos que envolvem as artes visuais.

Um dos grandes diferenciais da agência é que ela participa de toda a curadoria, produção artística, produção cultural, execução e entrega dos projetos nos quais os artistas estão envolvidos, cuidando, inclusive, do lado financeiro, contratual e burocrático dos trabalhos.

Quais são as tendências no empreendedorismo do Brasil e do mundo? Assine a EXAME e saiba mais.