Investida por Carol Paiffer, Petit Potê investe em sorvete saudável

Marca surgiu na internet e hoje tem unidade na Oscar Freire, em São Paulo; produtos são 100% naturais e zero açúcar
 (Daniel Cancini/Divulgação)
(Daniel Cancini/Divulgação)
P
Pontapé Empreendedor

Publicado em 06/01/2022 às 11:58.

Última atualização em 07/01/2022 às 14:34.

A Petit Potê surgiu em 2017, após sua fundadora e CEO, Amanda Freires, de 29 anos, postar na internet um vídeo ensinando a fazer ovos de páscoa saudáveis. Foram mais de 400 pedidos instantaneamente e ela identificou ali um mercado com grande demanda que buscava opções de alimentos saborosos, saudáveis e nutritivos. Hoje possui a primeira loja física de sorvete saudável do país e pretende passar a operar em sistema de franquias e no varejo a partir deste ano.

Aprenda a empreender com a shark Carol Paiffer no curso Do Zero Ao Negócio. Garanta sua vaga!

Amanda percebeu que o sorvete está atrelado à memória afetiva de grande parte dos consumidores. Entretanto, ela notou que, com o passar dos anos, conforme as crianças do passado foram se tornando os jovens adultos do presente, houve também o desenvolvimento de um cuidado com relação a saúde, uma vez que, os sorvetes tradicionais estão atrelados a altos níveis de açúcar e gordura hidrogenada.

Na Petit Potê isso não existe. A empresa trabalha com produtos saudáveis, sem conservantes, 0% açúcar e sem glúten e lactose, usando receitas com ingredientes frescos e naturais “Eu, que respiro a arte, acredito que todos os nichos estão conectados, arquitetura, gastronomia, moda e muitos outros. Através desta integração, nosso propósito é levar saúde, bem-estar, longevidade e prazer. Mostrando que sorvete é para toda hora.”, explica Amanda.

A arquiteta e urbanista de formação, hoje estudante de nutrição, nascida em Cuiabá, no Mato Grosso, passou a buscar conhecimento sobre como unir sabor e saúde. Ela viajou por alguns países onde apreendeu novas técnicas de confeitaria. Participou ainda de diversas feiras internacionais de gastronomia, além de consultorias pelo Brasil em importantes empresas, até chegar a São Paulo.

Foi então que partiu para o seu maior desafio: abrir seu próprio negócio, depois de três anos da marca que vendia somente online e por indicação. A loja física está localizada na rua Oscar Freire, nos Jardins e é uma materialização da missão, visão e valores da empresa.

A marca apresenta uma forte preocupação com a natureza e o desenvolvimento saudável tanto do planeta quanto das pessoas. Seu compromisso é levar um sorvete saudável proporcionando ao consumidor uma experiência única oferecendo o melhor em sabor, beleza na apresentação e cuidado com todo o processo de preparo.

Identidade

O bem-estar emanado dos produtos Petit Potê pode ser percebido a partir da identificação visual da marca e de seu nome, uma brincadeira com a famosa expressão “guardar em um potinho”, como explica a fundadora da empresa.

"O nome veio de uma brincadeira que sempre faço quando gosto muito de algo ou alguém. Digo que gostaria de guardá-la num pote para sempre. Assim surge a ideia da Petit Potê, uma coisinha fofa ali num potinho. Uma brincadeira com o chique, despretensioso e divertido ao mesmo tempo”, explica Amanda.

A mensagem da marca também está presente em todos os detalhes da loja física. Essa incursão no mundo físico fez com que o cuidado com o design e a apresentação dos sorvetes fosse ainda maior. Eles são os queridinhos do cardápio e seguem o estilo “soft”.

Existem sabores fixos, como chocolate, baunilha e variáveis como pistache, morango, pitaia e hibisco. A casquinha com decoração especial é uma das mais pedida pelos clientes, leva pétalas de flores comestíveis e o Gold Leaf 18 Kilates (folha de ouro comestível), apelidado de sorvete Petit Potê. Há ainda venda de potes para viagem e opção de casquinhas veganas feitas sem açúcar e sem glúten.

E para quem busca outros tipos de refeições além do sorvete, o espaço físico da Petit Potê é um verdadeiro deleite. São opções com muitas fibras e proteínas e poucas calorias. Na linha salgada podemos destacar o pão de queijo mineiro, coxinha assada de frango ou de jaca e a versão vegetariana/vegana deste prato. Como opções de doces, Amanda elenca dois componentes do cardápio, o brownie: “Vou de brownie, bebê” e “a melhor banoffee do mundo”.

Decoração

A decoração da loja da Petit Potê é um primor à parte. Segundo a proprietária, cada detalhe foi pensado com carinho e atenção. É o caso da fachada de flores que tem ligação com a natureza que a marca realça e defende. Uma luminária foi desenhada para ser uma casquinha, e nas paredes, o azulejo carrega uma representatividade nas cores e textura como se fosse uma casquinha.

Quem passa por uma das regiões mais nobres da capital paulista, se depara e se surpreende com uma pequena portinha, bem ao conceito nova-iorquino presente na unidade, e resolve entrar para conhecer, com certeza irá vivenciar “Grand” experiências gustativas.