Quais são as profissões do futuro?

"Profissões tradicionais estão entrando em extinção graças ao tsunami tecnológico que segue varrendo países por todo globo"
 (Denis Novikov/Getty Images)
(Denis Novikov/Getty Images)
B
Bora VarejoPublicado em 03/08/2022 às 15:46.

Por Alfredo Soares

O mundo está mudando, e rápido. Profissões tradicionais estão entrando em extinção graças ao tsunami tecnológico que segue varrendo países por todo globo. Negócios que não se adaptaram estão facilmente sendo derrubados por concorrentes mais ágeis, criativos e dinâmicos. 

A maior empresa de hospedagens do planeta, o Airbnb, possui mais unidades do que todas as maiores redes de hotéis do mundo combinadas, sem que ele próprio não tenha um imóvel sequer. Com táxis perdendo cada vez mais território para apps de transporte, a TV sendo substituída lentamente pelo streaming e imobiliárias sendo trocadas por startups menos burocráticas como o Quinto Andar, qual vai ser o futuro da força de trabalho?

MAIS EMPREGOS

A tecnologia não significa o aumento do desemprego e o fim das profissões de forma geral. Ela representa a transformação natural do processo de evolução humano. Certamente houve preocupação nas fazendas quando o número de carros superou o de cavalos em 1912, mas não impediu que os treinadores se adaptassem a essa nova realidade. 

O Fórum Econômico Mundial indicou que, até o fim de 2022, mais de 6 milhões de empregos seriam criados para atender as mudanças da economia digital. Somente em 2021, a própria Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) registrou mais de 123 mil novos no setor de Tecnologia da Informação. Até 2025, a associação prevê a criação de quase 800 mil empregos nesse setor nas áreas como Blockchain, Big Data & Analytics, Nuvem, Internet das coisas, Web Mobile, entre outras.

Uma pesquisa recente do Senai em parceria com a UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) e Agência Alemã de Cooperação Internacional apresentou as 53 novas profissões da era digital, indicando as mais importantes para dar suporte em um mundo pós pandemia.

SOFTWARE E T.I

  • Gestor de mídias sociais
  • Engenheiro de software
  • Especialista em blockchain
  • Especialista em cloud
  • Programador/coder
  • Especialista em inteligência artificial
  • Programador de jogos digitais
  • Cientista de dados
  • Programador multimídia 
  • Analista de cibersegurança
  • Engenheiro de banco de dados 
  • Desenvolvedor de sistemas 

INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO, SERVIÇOS E PRODUTOS

  • Expert em digitalização industrial
  • Profissional de planejamento logístico
  • Engenheiro de exoesqueletos de propulsão
  • Operador digital
  • Gestor de economia circular
  • Profissional de eletromobilidade
  • Programador de unidades eletrônicas
  • Profissional de manufatura aditiva
  • Mecânico especialista em telemetria
  • Técnico em informática veicular
  • Técnico em eletromecânica
  • Especialista em serviços
  • Gestor de trends innovation
  • Condutores de processos robotizados

O profissional de manufatura aditiva, o expert em digitalização e o operador digital são os principais especialistas dentro do setor de transformação. As profissões são as que mais contribuirão para a inovação dos processos industriais com foco em sustentabilidade.

AGRICULTURA

  • Operador de drones
  • Agricultor urbano
  • Cientista de dados agrícola
  • Técnico em agricultura digital
  • Engenheiro agrônomo digital
  • Engenheiro de automação agrícola
  • Designer de máquinas agrícolas
  • Técnico em agronegócio digital

SAÚDE

  • Engenheiro hospitalar
  • Médico procedimentalista
  • Consultor analítico
  • Técnico em telemedicina
  • Gestor de leitos
  • Gerente de cuidados complexos
  • Gestor de qualidade de vida
  • Bioinformacionista
  • Engenheiro de dados da saúde
  • Conselheiro genético
  • Técnico de assistência médica digital
  • Cuidador digital
  • Geomicrobiologista
  • Consultor digital

Os dados mostram que a sustentabilidade, gestão e análise de dados, além de programação e cibersegurança vão ser fundamentais neste novo cenário social. Dessa forma, o Brasil vai ser empurrado a desenvolver cada vez mais sua mão de obra interna ou buscar suporte internacional para atender a forte demanda dos novos negócios. 

Ao final fica a pergunta, sua empresa e seus colaboradores vão estar preparados para todas essas mudanças? Responda aqui nos comentários!