Voos ao espaço têm pouco impacto ambiental, diz Virgin

A empresa garantiu que as emissões dos voos espaciais foram reduzidas a um nível inferior a uma ida e volta Cingapura-Londres

Cingapura - O bilionário britânico Richard Branson afirmou nesta segunda-feira em Cingapura que os voos turísticos ao espaço propostos por sua empresa, Virgin Galactic, têm pouco impacto no aquecimento global.

"Reduzimos as emissões (de gases que provocam o efeito estufa) a um nível inferior a uma ida e volta Cingapura-Londres", afirmou Branson.

"As novas tecnologias podem reduzir o carbono de maneira muito importante e este é o desafio que queremos superar", completou em uma conferência organizada pela "Carbon War Room", ONG fundada por Branson para promover programas que estimulem a redução das emissões de gases com efeito estufa.

Mais de 500 pessoas reservaram um voo suborbital de alguns minutos a bordo da SpaceShipTwo, ao preço de 200.000 dólares a viagem.

O avión espacial pode alcançar mais de 100 km de altitude, na fronteira com o espaço. Os voos comerciais estão previstos para o fim do ano.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também