• AALR3 R$ 20,13 -0.20
  • AAPL34 R$ 68,52 1.72
  • ABCB4 R$ 16,65 0.79
  • ABEV3 R$ 14,21 1.21
  • AERI3 R$ 3,75 5.04
  • AESB3 R$ 10,92 0.74
  • AGRO3 R$ 31,36 0.58
  • ALPA4 R$ 22,15 4.04
  • ALSO3 R$ 18,85 -0.79
  • ALUP11 R$ 26,51 -2.07
  • AMAR3 R$ 2,58 1.57
  • AMBP3 R$ 32,48 4.47
  • AMER3 R$ 21,50 -1.78
  • AMZO34 R$ 3,43 5.09
  • ANIM3 R$ 5,66 3.47
  • ARZZ3 R$ 81,38 2.42
  • ASAI3 R$ 16,30 3.69
  • AZUL4 R$ 20,95 4.38
  • B3SA3 R$ 12,43 4.37
  • BBAS3 R$ 37,45 -0.32
  • AALR3 R$ 20,13 -0.20
  • AAPL34 R$ 68,52 1.72
  • ABCB4 R$ 16,65 0.79
  • ABEV3 R$ 14,21 1.21
  • AERI3 R$ 3,75 5.04
  • AESB3 R$ 10,92 0.74
  • AGRO3 R$ 31,36 0.58
  • ALPA4 R$ 22,15 4.04
  • ALSO3 R$ 18,85 -0.79
  • ALUP11 R$ 26,51 -2.07
  • AMAR3 R$ 2,58 1.57
  • AMBP3 R$ 32,48 4.47
  • AMER3 R$ 21,50 -1.78
  • AMZO34 R$ 3,43 5.09
  • ANIM3 R$ 5,66 3.47
  • ARZZ3 R$ 81,38 2.42
  • ASAI3 R$ 16,30 3.69
  • AZUL4 R$ 20,95 4.38
  • B3SA3 R$ 12,43 4.37
  • BBAS3 R$ 37,45 -0.32
Abra sua conta no BTG

Viagra funciona para hipertensão como alegam as Forças Armadas?

Dosagem do Viagra das Forças Armadas, de 25mg e 50mg, é comumente aplicado para disfunção erétil
 (Bloomberg/Chris Ratcliffe/Bloomberg)
(Bloomberg/Chris Ratcliffe/Bloomberg)
Por Da redaçãoPublicado em 13/04/2022 16:54 | Última atualização em 18/04/2022 10:58Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Na segunda-feira, 11, o deputado federal Elias Vaz (PSB/GO) apresentou à Câmara dos Deputados um requerimento para que o ministro da Defesa, General Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, esclareça a compra de 35.320 comprimidos de Viagra para as Forças Armadas.

Usado normalmente para tratar disfunção erétil, a compra do medicamento foi justificada como um tratamento para militares com Hipertensão Pulmonar Arterial (HPA).

VEJA TAMBÉM: 

Mulheres olham mais para o que outras ganham do que com diferenças com homens

Sempre alerta: como funciona a prótese peniana usada pelo Exército

Nesse caso, a escolha do Viagra se dá pelo seu composto de princípio ativo sildenafila, que serve como uma substituição mais barata ao Revatio, especifico para HPA, mas que custa R$ 3 mil a caixa de 90 comprimidos, enquanto a sildenafila é encontrada por menos de R$ 10 em caixas com até 8 comprimidos.

O que causa estranhamento para os especialistas é que, além do Viagra ser usado em casos bem específicos de HPA, a dosagem do medicamento adquirido foi de 25 mg e 50 mg.

No entanto, quando se trata de tratar HPA, o mais comum é adotar uma prescrição com dosagem de 20 mg, portanto, mais baixa do que os comprimidos adquiridos pelas Forças Armadas.

Na prática, ainda que se tome para o controle da hipertensão, o efeito pode ser em benefício da disfunção erétil.