Vacina chinesa é segura e eficaz, aponta resultado publicado na The Lancet

Candidata se mostrou capaz de estimular a produção de anticorpos em 600 pacientes, segundo respeitada publicação especializada

Uma vacina candidata desenvolvida pela China com base em um vírus inativado do SARS-CoV-2 (o nome do novo coronavírus) se mostrou segura e capaz de estimular a produção de anticorpos, segundo resultado de um teste preliminar tornado público na última quinta-feira, 15, na publicação especializada The Lancet Infectious Diseases journal.

Os testes foram realizados entre 29 de abril e 30 de julho deste ano, com pesquisadores de diferentes instituições chinesas, incluindo o Instituto de Produtos Biológicos de Pequim. Foram submetidos a 600 pacientes saudáveis com idade entre 18 e 80 anos.

O estudo encontrou estímulo à produção de anticorpos em todos os pacientes em mum intervalo de 42 dias, sem que tenha havido reação adversa.

O time de pesquisas afirmou que o objetivo do teste nessa fase de desenvolvimento era principalmente avaliar a resposta imunológica e a segurança da vacina e que ainda não é possível confirmar que a candidata é suficiente para proteger as pessoas da infecção causada pelo novo coronavírus. Serão, portanto, necessários novos testes na terceira e última fase e novas análises.

A vacina cujos resultados foram positivos não é a mesma desenvolvida pela empresa chinesa de biotecnologia Sinovac, com a qual o governo de São Paulo tem um amplo acordo de distribuição caso seja mesmo aprovada para comercialização.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?

Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?

Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.