• AALR3 R$ 20,13 -0.05
  • AAPL34 R$ 67,04 -2.57
  • ABCB4 R$ 16,59 -1.01
  • ABEV3 R$ 13,98 -0.71
  • AERI3 R$ 3,61 -6.72
  • AESB3 R$ 10,62 -3.19
  • AGRO3 R$ 30,77 -0.42
  • ALPA4 R$ 20,52 -1.16
  • ALSO3 R$ 18,89 -2.98
  • ALUP11 R$ 27,19 0.07
  • AMAR3 R$ 2,38 -3.64
  • AMBP3 R$ 30,22 -3.05
  • AMER3 R$ 22,75 -5.48
  • AMZO34 R$ 63,50 -3.05
  • ANIM3 R$ 5,31 -4.32
  • ARZZ3 R$ 79,09 -0.53
  • ASAI3 R$ 15,61 -1.64
  • AZUL4 R$ 20,41 -7.06
  • B3SA3 R$ 11,83 -2.23
  • BBAS3 R$ 37,60 -0.96
  • AALR3 R$ 20,13 -0.05
  • AAPL34 R$ 67,04 -2.57
  • ABCB4 R$ 16,59 -1.01
  • ABEV3 R$ 13,98 -0.71
  • AERI3 R$ 3,61 -6.72
  • AESB3 R$ 10,62 -3.19
  • AGRO3 R$ 30,77 -0.42
  • ALPA4 R$ 20,52 -1.16
  • ALSO3 R$ 18,89 -2.98
  • ALUP11 R$ 27,19 0.07
  • AMAR3 R$ 2,38 -3.64
  • AMBP3 R$ 30,22 -3.05
  • AMER3 R$ 22,75 -5.48
  • AMZO34 R$ 63,50 -3.05
  • ANIM3 R$ 5,31 -4.32
  • ARZZ3 R$ 79,09 -0.53
  • ASAI3 R$ 15,61 -1.64
  • AZUL4 R$ 20,41 -7.06
  • B3SA3 R$ 11,83 -2.23
  • BBAS3 R$ 37,60 -0.96
Abra sua conta no BTG

Vacina chinesa é segura e eficaz, aponta resultado publicado na The Lancet

Candidata se mostrou capaz de estimular a produção de anticorpos em 600 pacientes, segundo respeitada publicação especializada
 (Getty Images/Tang Ming Tung)
(Getty Images/Tang Ming Tung)
Por Da Redação com ReutersPublicado em 18/10/2020 11:01 | Última atualização em 18/10/2020 11:01Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Uma vacina candidata desenvolvida pela China com base em um vírus inativado do SARS-CoV-2 (o nome do novo coronavírus) se mostrou segura e capaz de estimular a produção de anticorpos, segundo resultado de um teste preliminar tornado público na última quinta-feira, 15, na publicação especializada The Lancet Infectious Diseases journal.

Os testes foram realizados entre 29 de abril e 30 de julho deste ano, com pesquisadores de diferentes instituições chinesas, incluindo o Instituto de Produtos Biológicos de Pequim. Foram submetidos a 600 pacientes saudáveis com idade entre 18 e 80 anos.

O estudo encontrou estímulo à produção de anticorpos em todos os pacientes em mum intervalo de 42 dias, sem que tenha havido reação adversa.

O time de pesquisas afirmou que o objetivo do teste nessa fase de desenvolvimento era principalmente avaliar a resposta imunológica e a segurança da vacina e que ainda não é possível confirmar que a candidata é suficiente para proteger as pessoas da infecção causada pelo novo coronavírus. Serão, portanto, necessários novos testes na terceira e última fase e novas análises.

A vacina cujos resultados foram positivos não é a mesma desenvolvida pela empresa chinesa de biotecnologia Sinovac, com a qual o governo de São Paulo tem um amplo acordo de distribuição caso seja mesmo aprovada para comercialização.