Sons de Marte são gravados pela primeira vez na história; ouça

Além do áudio, a Nasa também divulgou vídeo do pouso do rover em Marte

Na última quinta-feira (18), a espaçonave Perseverance da Nasa pousou com sucesso em Marte, em busca de indícios de que já houve vida no planeta vermelho.

Ontem (22), a Nasa divulgou sons de Marte pela primeira vez na história, além de um vídeo do pouso da espaçonave na cratera de Jezero, bacia no planeta vermelho onde cientistas acreditam que possa existir algum sinal de vida de bilhões de anos atrás.

O rover Perseverance foi equipado com dois microfones, um para captar o áudio do pouso e outro instalado na câmera do aparelho. O primeiro não conseguiu coletar seus dados corretamente e oficiais da Nasa especulam que houve um erro de comunicação, e não um problema na engenharia, entre o sistema que converte o som para o computador.

Agora, ambos os microfones estão funcionando e vão continuar coletando som por um tempo. O que já teve problemas deve se degradar rapidamente por conta dos fluxos de temperatura no planeta, mas o microfone anexado a câmera é mais resiliente e deve durar mais tempo.

Um fragmento de ruído gravado no dia 20 de fevereiro foi disponibilizado. Nele, é possível ouvir os ventos de Marte soprando a 8 quilômetros por hora.

Escute o som de Marte:

Vídeo do pouso em Marte

Além do áudio, a Nasa disponibilizou ontem o vídeo completo da descida do Perseverance até o planeta vermelho. Desde o pouso, a agência norte-americana vem divulgando informações sobre como anda a espaçonave e seu pequeno drone movido a energia solar, chamado Ingenuity, que realizará pequenos voos por Marte.

A gravação contou com cinco câmeras comerciais prontas para uso, localizadas em três componentes diferentes, além de imagens feitas pelo Mars Reconnaissance Orbiter, que viaja ao redor de Marte desde 2006. O orbital usou sua câmera de alta resolução para capturar o Perseverance navegando em direção à cratera de Jezero..

“Este vídeo da descida do Perseverance é o mais próximo que você pode chegar de pousar em Marte sem colocar uma roupa de pressão”, disse Thomas Zurbuchen, administrador associado da Nasa.

“Agora finalmente temos uma visão de primeira linha do que chamamos de 'os sete minutos de terror' durante o pouso em Marte”, disse Michael Watkins, diretor do Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa, fazendo referência ao nome que os engenheiros da agência deram para a missão devido à sua imprevisibilidade — antes da semana passada, apenas 50% das tentativas de pousar em Marte tiveram sucesso.

 

 

De 0 a 10 quanto você recomendaria Exame para um amigo ou parente?

 

Clicando em um dos números acima e finalizando sua avaliação você nos ajudará a melhorar ainda mais.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.