Soldados controlarão armas com o poder da mente

Novas técnicas estão prestes a serem adotadas pelos militares; objetivo é melhorar o desempenho e a eficiência dos soldados e pilotos

São Paulo – O futuro da guerra está nos cérebros humanos. Segundo avanços recentes no campo da neurociência, em breve será possível ver soldados com seus cérebros conectados a armas.

Novas técnicas estão prestes a serem adotadas pelos militares. O objetivo é melhorar o desempenho e a eficiência dos soldados e pilotos, por exemplo.

De acordo com a Royal Society, uma das mais respeitadas instituições científicas do Reino Unido, as pesquisas mais recentes sobre as ondas cerebrais mostram que isso é possível e que já existe uma tecnologia focada nisso. O estudo utiliza pequenas ondas elétricas administradas no cérebro do soldado.

Segundo o relatório da Royal Society, monitorar eletronicamente os sinais cerebrais e enviar estímulos pode fazer com que a eficiência aumente para localizar minas terrestres em um terreno, ajudar a identificar os civis entre os inimigos e disparar tiros, além de ser possível operar e disparar armas com o pensamento. Em alguns casos, essa técnica pode fazer com que a capacidade de soldados se multiplique rapidamente.

Se as coisas continuarem nessa linha, os militares também poderiam usar interfaces cérebro-máquina e controlar as armas remotamente. Acredita-se nisso porque o cérebro humano pode processar imagens de forma mais rápida do que computadores, com alvos específicos.

Porém, o estudo também alerta sobre as implicações éticas dessa inovação. Isso porque, da mesma forma como a técnica poderia ser usada para aprimorar tratamentos médicos, também pode ser usada na criação de drogas para melhorar o desempenho dos soldados.

Por isso, a Royal Society diz que os pesquisadores envolvidos nesse tipo de estudo neurocientífico devem estar cientes das implicações malignas da tecnologia. A sugestão é que as faculdades e institutos de formação eduquem seus cientistas sobre as consequências das descobertas a fim de evitar problemas futuros.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.