Remédio para Alzheimer pode curar cáries em seis semanas

Estimulando células-tronco na polpa do dente, droga promove a regeneração natural dos dentes

São Paulo - Adeus, dor de dente? Pode ser que as obturações fiquem no passado com a inusitada descoberta de cientistas da King's College que testavam uma nova droga para o tratamento do mal de Alzheimer. O estudo foi publicado na revista Nature.

Estimulando células-tronco na polpa do dente, a droga, chamada de Tideglusib, promoveu a regeneração natural dos dentes gerando mais dentina, a parte do dente que é atacada pelas cáries.

Nos testes com ratos, os cientistas inseriram pequenas esponjas biodegradáveis de colágeno com o Tideglusib nas cavidades. Em seis semanas, os danos estavam consertados e os dentes intactos.

Segundo disse Paul Sharpe, um dos autores do estudo, ao jornal Telegraph, a droga já passou por testes clínicos e poderia rapidamente se tornar parte do tratamento nos consultórios de dentistas.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.